16 jun 2011

Escola Estadual São Pedro respira handebol



Juiz de Fora (MG), 16 de junho de 2011

  Os amistosos internos de handebol das equipes da Escola Estadual São Pedro tiveram início esta semana, reunindo cerca de 70 alunos da unidade com idades entre 12 e 17 anos. O objetivo é capacitá-los para competições, como os Jogos Intercolegiais, cujo ouro foi conquistado pela instituição este ano, no torneio Infantil feminino da modalidade. A iniciativa é uma parceria entre a escola e a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), por meio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), que oferece formação e iniciação esportiva através do projeto Escola de Esportes, implantado este mês na unidade.

De acordo com o professor de Educação Física, vice-diretor da escola e idealizador do programa, Francisco dos Santos Ribeiro Netto, o apoio da SEL é fundamental para ampliar o atendimento à comunidade do Bairro São Pedro e da região. “Essa parceria está dando muito certo, é só observar a quantidade de alunos aqui na escola fora do horário de aula. A demanda é grande e, com o apoio da PJF, já começamos a atender mais jovens”, revela o educador.

Os alunos – a maioria iniciante na modalidade – são orientados por dois professores presentes na quadra poliesportiva, sendo que um deles é cedido pela PJF. A primeira ação dos educadores será a de selecionar grupos com habilidades semelhantes para trabalhar, de maneira específica, a potencialidade de cada um deles. “Uma filosofia importante neste projeto é a atenção dispensada ao aluno, e com mais um professor isso se torna possível”, afirma Francisco.

De acordo com o aluno Ramon Marcelino, o projeto o tirou do ambiente das ruas, levando novidades para sua vida, dentro da escola. “Antes de participar das aulas eu ficava na rua, à toa. Agora estou conhecendo mais sobre o handebol e aprendendo a ser goleiro. Meus amigos também estão aqui, junto comigo”, diz o menino de 14 anos, que participa das aulas há cerca de um mês.

As amigas Tainara de Paula, 14, e Júlia Pereira, 15, compartilham da mesma experiência de Ramon. “Fui incentivada a participar pela Júlia e pela minha prima, que começaram a jogar antes de mim. Estou muito feliz porque antes eu ficava em casa, vendo televisão, sem fazer nada nesse horário. Agora estou aprendendo mais sobre o esporte e fazendo novas amizades”, conta Tainara.

O handebol é a modalidade favorita de Júlia, que já o praticou em anos anteriores. Ela conta que voltar a jogar é uma satisfação pessoal, importante, inclusive, para que ela obtenha sucesso nos estudos. “Vai ajuda nas minhas notas e no meu comportamento em sala de aula. Nossos professores nos incentivam, exigindo notas boas para continuarmos jogando”, afirma a menina, que além de se dedicar mais aos estudos, já faz planos para os Jogos Intercolegiais do próximo ano.

A aluna Joice Souza, 13, integra a equipe de handebol feminino, campeã no Intercolegial, e conta que também está ansiosa, pois vai representar a cidade nos Jogos Escolares de Minas Gerais (Jemg), que acontece no município, em agosto. “Eu e meus pais ficamos felizes, mas sei que tenho que me preparar muito ainda, e mais um professor na quadra fortalece a nossa equipe”, diz a menina.

As aulas de handebol acontecem quatro dias na semana e são ministradas no contraturno escolar. O grupo infantil treina entre 17h30 e 19h, e o juvenil assume as quadras em seguida, até as 21h. Além de um professor de Educação Física, a SEL oferece materiais esportivos para atender a demanda do bairro.

Informações e foto: Assessoria de Comunicação da SEL


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.