04 jun 2012

Ronaldinho pode jogar já nesta quarta



Ronaldinho ao lado de Júnior César, com quem jogou pelo Flamengo

O que já era mais do que esperado foi confirmado no fim da tarde desta segunda-feira: Ronaldinho Gaúcho é o novo jogador do Atlético-MG. O negócio foi muito rápido. O meia se reuniu com os dirigentes do clube e até foi a campo para treinar com a camisa alvinegra. Depois, Alexandre Kalil confirmou o acerto em uma entrevista coletiva na Cidade do Galo e já avisou: espera ver o novo reforço em campo já na quarta-feira, contra o Bahia.

(Em destaque, charge – clique para ampliar – de Mário Tarcitano, da Tribuna de Minas, sobre entrevista concedida pelo jogador ao Fantástico, jornalista Tadeu Schmidt. A transferência de Ronaldinho tem sido um “prato cheio” para a imprensa).

 Veja aqui as informações iniciais e a confirmação do treino de Ronaldinho em BH.

“Não deu tempo da concorrência agir. O Atlético foi muito rápido, fizemos um esforço muito grande. Foi um trabalho muito grande que começou na sexta e desaguou hoje aqui. Acho que esse menino foi muito execrado. O Muricy [Ramalho, técnico do Santos] foi muito feliz no que falou: vamos respeitar um pouco a história de quem tem duas Copas, foi duas vezes melhor do mundo. Mais um no grupo ele não é”, disse Alexandre Kalil.

“Ele quer o brilho, e o brilho ele vai conseguir com toda essa estrutura à disposição e a faca no dente para mostrar para o Brasil que não está acabado. É um garoto de 32 anos que pode ser quase meu filho. Quero dizer que, como atleticano, estou muito feliz de trazer um jogador como esse. Estou muito orgulhoso e peço a deus que tudo dê certo. A torcida queria um camisa 10 e ele está ai. E acho que é um camisa 10 de peso, de respeito. É um camisa 10 que botou dois helicópteros em cima do CT. Então deve ser importante”, completou.”

 Os bastidores

A informação do acordo nasceu com o repórter Eduardo Affonso, da Rádio Estadão ESPN, ainda no final da manhã.   Ronaldinho Gaúcho desembarcou em Belo Horizonte para almoçar com Kalil e os dirigentes atleticanos e, mesmo antes da confirmação, entrou em campo para treinar. Sem alarde algum, ele assina um contrato de seis meses, até o fim do Campeonato Brasileiro.

Ronaldinho pediu para ser apresentado sem grande festa, da mesma forma que os outros jogadores chegam à Cidade do Galo. No Atlético-MG, a prática é de o atleta fazer um treinamento antes de vestir oficialmente a camisa do clube. “Ele não quis uma apresentação. Queria ser apresentado como todo mundo. Eu falei: ‘Treina e depois apresenta’”, disse Kalil.

No treino, Ronaldinho não demorou para conquistar seu espaço na equipe. O meia foi primeiramente apresentado aos companheiros, fez o trabalho de aquecimento e já vestiu o colete de titular da equipe. Tudo isso sempre acompanhado de seu tradicional sorriso. Ao redor, os outros jogadores do Atlético-MG também não escondiam a felicidade.

“Ele vai para o jogo quarta feira, se não acontecer nada. Se não acontecer nada de anormal ele vai pro Independência. Aliás, que comprem os ingressos e esgotem os ingressos porque agora estamos precisando também disso, que a torcida pague um pedacinho. Sei que é merreca, mas um pedacinho”, afirmou Kalil, brincando com a torcida atleticana.

Ronaldinho entrou na Justiça e rescindiu o contrato que tinha com o Flamengo na última quinta-feira. O meia alega que o clube carioca atrasou o pagamento dos seus últimos cinco meses de salário e cobra mais de R$ 40 milhões do Fla. Os rubro-negros já prometeram uma luta implacável na Justiça para rever seus direitos sobre o jogador, e, mesmo confiante de que Gaúcho não será derrotado nos tribunais, Kalil já pensou em um contrato que proteja o Atlético.

“O Atlético tem uma cláusula sobre essa liminar protegendo o clube. A partir do momento em que cassou a cláusula, está suspenso o contrato. Eu conversei com o advogado do Ronaldo: o período que ficar cassado contrato está suspenso. Apesar de achar muito difícil. São cinco meses de FGTS não depositados. Eu li a liminar, acho muito difícil. Não quero entrar na historia do Flamengo. Em briga de angu, jacu não entra”, disse.

“O jogador está liberado pela justiça. Eu não procurei o jogador antes não. Ficamos sabendo do Ronaldinho através da imprensa. Quando estava liberado fomos atrás e procuramos. Não temos medo do Flamengo não, medo do quê?”, completou.

O meia havia dito que ficaria fora dos gramados por algum tempo para permanecer ao lado da mãe, dona Miguelina, que passou por uma cirurgia para a retirada de um tumor. As conversas com o Atlético-MG, porém avançaram muito bem e em muito pouco tempo. Atual técnico alvinegro, Cuca tem um relacionamento muito bom com Assis, empresário e irmão de Gaúcho. Os dois jogaram juntos no Grêmio, no final dos anos 80.

Assis entende que o recomeço de Ronaldinho Gaúcho deveria ser nas mãos de um treinador no qual ele tem total confiança. Além disso, a cobrança em Minas Gerais é um pouco menor do que a que acontece no Rio de Janeiro e em São Paulo – o meia chegou a ser cogitado no Palmeiras, e o Flamengo até ameaçava processar os alviverdes por um suposto assédio ao atleta.

Segundo Kalil, o Atlético-MG não terá nenhum parceiro para ajudar no pagamento do salário de Ronaldinho Gaúcho. O presidente não quis entrar em detalhes sobre quanto o meia ganhará na Cidade do Galo, mas garantiu: nunca faria um acordo que colocasse em risco a saúde financeira alvinegra.

“O Atlético não vai contar com ajuda nenhuma. Posso até procurar, mas o que eu fiz está tranquilo e vamos pagar. O salário ele está autorizado a dizer. Eu que não falo salário dos outros. Vamos parar de brincar com o futebol brasileiro. Isso não é pergunta, é brincadeira… R$ 2 milhões? Não precisa falar em 2 não, vamos falar em um”, disse.

Texto e informações: www.espn.com.br

Foto: Atlético Mineiro – Divulgação

Charge: Mário Tarcitano – www.tribunademinas.com.br 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


19 jan 2018
Futebol do Baeta apresenta Comissão Técnica para Módulo 2 e admite que está atrasado

18 jan 2018
Próximo adversário do Tupi, Uberlândia perde em casa. Veja como começou o Estadual

18 jan 2018
Tem de 12 a 16 anos e quer jogar basquete? Sexta é dia de cesta! Olha esse convite da Faefid-UFJF

17 jan 2018
“Barraco” no Poço Rico! Eleições do Tupynambás viram caso de polícia

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse