23 out 2011

Empate com quatro gols e muita, muita chuva



Debaixo de uma chuva intermitente nesta fria noite de sábado em Sete Lagoas e com um jogador a menos desde a metade do primeiro tempo, o América teve que superar a tendenciosa arbitragem do pernambucano Nielson Pereira Dias, para arrancar um empate em 2 a 2 com o Grêmio na Arena do Jacaré. O resultado complica ainda mais a situação do Coelho no Campeonato Brasileiro, mas mantém as chances matemáticas de a equipe ainda escapar do rebaixamento nas sete últimas rodadas da competição.

O Coelho saiu na frente com um gol de Thiago Carleto, cobrando falta, e dominava a partida com muita inteligência. Mas o árbitro pernambucano passou a marcar seguidas faltas contra o América e a punir os americanos com o cartão amarelo. Até que, aos 30 minutos, em um choque normal na intermediária americana ele expulsou o lateral direito Marcos Rocha. Dois minutos depois, o Grêmio chegou ao empate.

Os times ainda tiveram oportunidades para marcar. Primeiro, Anderson cabeceou no travessão. E, nos acréscimos, o goleiro Neneca fez uma defesa salvadora em chute de volante Escudero.

O JOGO

No primeiro minuto, o meia Escudero, do Grêmio, recebeu a bola na grande, mas ao tentar finalizar o goleiro Neneca fechou o ângulo e o adversário chutou por cima do travessão. O América respondeu em seguida com Thiago Carleto avançando pela esquerda e cruzando na grande área, mas a zaga afastou.

O GOL

Com o campo molhado, os jogadores americanos arriscavam os chutes de fora da área. E, aos 11 minutos, Thiago Carleto, em cobrança de falta pela esquerda, soltou a bomba, com a bola morrendo no fundo da rede do goleiro Victor. América 1 x 0 Grêmio.

Aos 15, novamente Thiago Carleto, cobrou falta do mesmo local de onde saiu o gol, só que desta vez a bola passou por cima do gol de Victor. O time passou a tocar a bola e, aos 21, Marcos Rocha lançou Thiago Carleto na esquerda, que cruzou na grande área buscando o atacante Kempes, mas a zaga cortou e, no rebote, Rodriguinho chutou firme e rasteiro, porém, o goleiro gremista conseguiu fazer a defesa.

O time americano chegava bem ao ataque e, bem posicionado no setor defensivo, não permitia que o adversário se aproximasse do gol de Neneca. Tanto que o Grêmio só foi aparecer aos 30 minutos com Douglas, arriscando de fora da área. Dois minutos depois, o Coelho perdeu o lateral direito Marcos Rocha após cometer uma falta comum, que o árbitro decidiu punir com cartão amarelo. Em seguida, André Lima recebeu dentro da grande área e chutou na saída do goleiro Neneca, empatando em 1 a 1 a partida, placar do primeiro tempo.

TEMPO

A chuva não deu trégua no segundo tempo. Logo aos 2 minutos o América teve mais uma chance para desempatar a partida. Thiago Carleto cruzou na grande área, Kempes subiu para cabecear, mas a bola passou pelo atacante e saiu pela lateral.

Aos 6 minutos o Grêmio saiu em contra-ataque e após cruzamento pela direita, o zagueiro Everton Luiz não consegui cortar e a bola sobrou para André Lima chutar no canto, sem chances para o goleiro Neneca, virando para 2 a 1 para o Grêmio.

Aos 9, Rodriguinho recebeu a bola de Glauber, na meia-lua, se livrou da marcação e bateu desequilibrado, facilitando a defesa para o goleiro Victor. Dois minutos depois, Neneca saltou para espalmar para linha de fundo a cobrança de falta de Marquinhos, em outra grande defesa.

Aos 15. Givanildo fez duas alterações. O treinador colocou o velocista Léo no lugar de Kempes e o meia Fabrício entrou no lugar do zagueiro Micão. Logo em sua primeira jogada, Léo cruzou na grande área, a zaga cortou parcialmente e, no rebote, Fabrício encheu o pé, mas o goleiro Victor fez ótima defesa.

Com as substituições o time alviverde saiu para o ataque e passou a criar chances de gol com Fabrício pelo meio e Léo pela esquerda, enquanto o Grêmio se fechava para sair apenas nos contra-ataques. Aos 20, Léo avançou pela linha de fundo, cruzou mas Victor fez a defesa.

Aos 27, Leandro Ferreira avançou pelo meio, passou por três marcadores, e tocou para o atacante Léo. Ele dominou na grande área, mas foi calçado antes de concluir a gol. Outra grande chance para o time americano.

PRESSÃO AMERICANA

Aos 30 minutos, Givanildo mandou a campo o atacante Fábio Júnior na vaga de Alessandro. Dois minutos, depois Thiago Carleto cobrou falta da intermediária. O goleiro Victor defendeu no susto e, no rebote, Leandro Ferreira chutou no canto esquerdo, mas a bola foi desviada pela zaga. Na cobrança de escanteio, Anderson, subiu mais que todo mundo e cabeceou forte, porém a bola passou raspando a trave esquerda.

A JUSTIÇA

Após tanto pressionar, o Coelho, na raça, conseguiu o empate. Aos 41minutos, Thiago Carleto cobrou escanteio curto e recebeu a bola de volta de Léo e caprichou no cruzamento, colocando a bola na cabeça do zagueiro Anderson, que cabeceou sem chances para o goleiro adversário. América 2 x 2 Grêmio.

Nos dois minutos finais, o América teve a chance de virar. Carleto avançou pela esquerda, cruzou na cabeça de Fábio Júnior, que desequilibrado. A bola saiu fraga, nas mão do goleiro Victor. Nos acréscimos, o velocista Léo disparou em direção ao gol e quase chegou primeiro que goleiro Victor em uma boa mal atrasada, sendo este o último lance do jogo.

O América volta a jogar no próximo domingo, contra o Coritiba, na casa do adversário.

FICHA TÉCNICA

América 2×2 Grêmio

Data: 22 de outubro de 2011

Horário: 18h

Local: Arena do Jacaré

Público: 829

Renda: R$ 5.470,00

Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)

Auxiliares: Jossemmar Diniz Moutinho (PE) e Clovis Amaral da Silva (PE)

Cartões amarelos: Micão, Everton Luiz – América; Fernando – Grêmio

Cartões vermelhos: Marcos Rocha – América; – Grêmio

Gols: Thiago Carleto (11’ – 1° tempo), Anderson (41’ – 2° tempo) – América; André Lima (34’ – 1° tempo), Carleto (6’ – 2° tempo) – Grêmio

 

AMÉRICA

Neneca; Micão (Fabrício), Anderson, Everton Luiz; Marcos Rocha, Glauber, Leandro Ferreira, Rodriguinho e Thiago Carleto; Kempes (Léo) e Alessandro (Fábio Júnior).

Técnico: Givanildo Oliveira

 

GRÊMIO

Victor; Mário Fernandes, Gilberto Silva, Rafael Marques, Julio Cesar; Fábio Rochemback, Fernando (Edcarlos) , Douglas (Diego Clementino), Marquinhos (Adilson), Escudero; André Lima

Técnico: Celso Roth

Texto: site oficial do América Mineiro

 

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.