16 out 2011

Deu para sentir o gostinho da liderança. Quem sabe quarta?



No reencontro com a casa alvinegra, uma vitória para ninguém botar defeito. Festa dos mais de 26 mil torcedores presentes na arquibancada e boa atuação dentro de campo. O Botafogo derrotou o Atlético-PR, por 2 a 0, neste domingo, no Stadium Rio, e chegou aos 52 pontos no Campeonato Brasileiro. O próximo adversário é o Santos, quarta-feira, na Vila Belmiro. Renato, suspenso, não poderá atuar.

Empurrado pela torcida, o Botafogo começou o jogo com tudo, partindo para o ataque. Elkeson, em cobrança de falta para fora, e Loco Abreu, em finalização de fora da área, tiveram as primeiras chances.

O jogo do Botafogo era incisivo e bonito de se ver: segurança defensiva, troca de passes e inversões. As jogadas de bola parada também representavam perigo. Aos 11, Herrera pegou sobra dentro da área e soltou uma bomba, para grande defesa do goleiro.

Na pressão, enquanto Everton e Lucas chegavam pelos lados, Maicosuel arriscava pelo meio, como chute colocado que saiu por cima. Mas foi no jogo aéreo que o placar foi aberto. Aos 16, Renato cruzou e Antônio Carlos se antecipou ao goleiro para marcar.

Com a vantagem, o natural seria ver o Atlético-PR saindo para o jogo e deixando espaços. Não foi o que aconteceu. A equipe comandada por Antônio Lopes manteve sua postura defensiva, usando e abusando das faltas. Ainda assim, o único cartão amarelo foi para Renato, em lance normal de jogo, tirando o volante da partida contra o Santos.

Na melhor jogada de ataque do Botafogo após o gol, Loco Abreu tocou para Herrera, que girou e bateu por cima. Do outro lado, Jefferson fez ótima e importante defesa, crescendo na frente de Morro Garcia, para impedir o gol, aos 45.

Na etapa final, o Botafogo seguiu melhor e ameaçando o adversário. Elkeson roubou a bola e tocou na direita para Herrera, que cruzou e a zaga afastou. O meia teve chance em cabeçada e mandou por cima. Em outro escanteio de Renato, Antônio Carlos cabeceou forte, mas a bola bateu na zaga.

A oportunidade mais incrível veio com Loco Abreu. Herrera cruzou da esquerda, o uruguaio subiu mais do que a zaga e cabeceou forte. O goleiro conseguiu salvar em cima da linha, aos 10.

O Atlético-PR pouco fazia em busca do empate, resumindo-se aos chutes de longe e às tentativas de longe. O Botafogo se manteve superior, controlou a partida e chegou ao segundo gol aos 35, após Antônio Carlos ser derrubado dentro da área. Loco Abreu cobrou com categoria para ampliar e dar tranquilidade à torcida. E tome festa alvinegra, com mais uma vitória garantida!

BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Everton (Alessandro); Marcelo Mattos, Renato, Maicosuel e Elkeson (Caio); Herrera (Felipe Menezes) e Loco Abreu. Técnico: Caio Júnior.

Texto: site oficial do Botafogo


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.