10 out 2011

Borges faz – de novo – a diferença



No clássico contra o Palmeiras, neste domingo (09), na Vila Belmiro, o Santos FC tinha sete desfalques: Arouca, Edu Dracena, Elano, Felipe Anderson, Pará, PH Ganso e Neymar. Mesmo sem alguns de seus principais astros, o Peixe tinha em campo Borges, que fez jus ao posto de artilheiro do Brasileirão. Marcou aos 30 minutos e decretou a vitória santista por 1 a 0.

O goleador alvinegro marcou pela 20ª vez no torneio e se manteve como artilheiro isolado do Brasileirão com sete gols de vantagem em relação aos segundos colocados. No clássico, o Peixe ainda contou com atuações destacadas de Léo, que deu a assistência para o gol de Borges, Danilo e Alan Kardec. Com a vitória, o Santos FC chegou aos 38 pontos, ocupando a 12ª colocação.

 O Jogo

Apesar de duas equipes se alternarem no ataque, o Santos FC tinha maior posse de bola e pressionava mais. Após cobrança de escanteio aos três minutos, Bruno Rodrigo ajeitou de cabeça para Durval. Também de cabeça, o zagueiro mandou a bola a centímetros da trave direita de Deola.

A primeira chance palmeirense veio na principal jogada da equipe: a bola parada de Marcos Assunção. O volante cobrou falta diretamente para o gol e acertou a trave de Rafael.

O Santos FC seguia mais tempo com a bola e buscava imprimir velocidade no jogo. Em bom lance ainda no início da partida, Léo avançou com velocidade pela esquerda e cruzou para Danilo. O volante santista ariscou, mas o chute foi prensado por Thiago Heleno.

Em outra boa chance santista, foi a vez de Danilo dar assistência. Do meio do campo, ele lançou Ibson, que por pouco não alcançou a bola para completar.

No meio do segundo tempo, o jogo esfriou, mas voltou a ter emoção nos minutos finais. Aos 39 minutos, após boa jogada do ataque santista, Alan Kardec avançou dentro da área e bateu firme. A bola desviou na defesa e saiu por pouco.

Já aos 44 minutos, foi o Palmeiras que quase marcou. Em contra-ataque veloz, Maikon Leite arrancou pela direita e chutou cruzado. A bola passou rente à trave direita de Rafael.

Mas as emoções não pararam por aí. O Santos respondeu também em contra-ataque. Após cruzamento de Danilo pela direita, Alan Kardec subiu alto e cabeceou com consciência para o chão. A bola quicou e saiu tirando tinta do travessão.

 Segunda etapa

A primeira chance real do segundo tempo também saiu em um cabeceio de Alan Kardec. Após cruzamento de Léo, o atacante cabeceou bem, mas Deola fez milagre, tirando com apenas uma mão.

Aos 16 minutos, um lance polêmico. Ibson tentou cruzar para Borges, mas a bola passou pelo atacante e sobrou para Márcio Araújo, que se atrapalhou e tocou devagar na bola. Deola segurou e o árbitro sinalizou recuo de bola. Na cobrança do tiro livre indireto, a bola foi recuada para Henrique, que finalizou. Henrique afastou.

Três minutos depois, o Peixe voltou a ameaçar. Danilo cobrou falta da intermediária e encontrou Durval livre para o cabeceio, mas Deola faz grande defesa.

E de tanto insistir, o Santos acabou marcando aos 30 minutos. Até então discreto no jogo, Borges recebeu cruzamento de Léo e completou para marcar seu 20º gol do Campeonato Brasileiro.

Depois do gol, o Palmeiras tentou pressionar, mas o Santos FC se fechou bem. Ao estilo Muricy Ramalho, o Peixe voltou a vencer e interrompeu uma sequência de três derrotas consecutivas.

Texto: site oficial do Santos


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 jan 2018
Clínica com Zico no Maracanã une diferentes gerações em torno do sonho do futebol. Veja fotos

22 jan 2018
Tem de 10 a 16 anos e que jogar futebol? É levar a chuteira e conferir a agenda da semana na Faefid-UFJF

21 jan 2018
Virose no Carijó? Dirigente admite possibilidade, mas não quer usar como desculpa

19 jan 2018
Futebol do Baeta apresenta Comissão Técnica para Módulo 2 e admite que está atrasado

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse