10 set 2011

Um belo começo, um triste fim



Depois de um começo arrasador, o América acabou empatando com o Avaí em 2 a 2, na noite de hoje, na Arena do Jacaré, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Coelho abriu o placar com Gilson e ampliou para 2 a 0 com André Dias, aos 8 e 27 minutos, respectivamente.

O goleiro Neneca foi trabalhar apenas aos 43 quando se esticou no canto direito para espalmar a bola de Rafael Coelho. Porém, o time respondeu em seguida e quase ampliou o placar.

O time vai para o intervalo com o domínio do jogo e do placar na Arena do Jacaré.

Sem poder contar com Dudu – vetado com uma tendinite na coxa direita o técnico Givanildo Oliveira mandou a campo Leandro Ferreira em seu lugar. Outra alteração, por opção do treinador, foi o retorno de Rodriguinho no lugar de Ulisses.

 O JOGO

O Coelho deu o pontapé inicial e já partiu para cima do time do Avaí ocupando todos os espaços do campo. E a primeira chance veio aos 4 minutos em um contra-ataque puxado por Rodriguinho, André Dias tentou concluir porém o chute explodiu na defesa do Avaí.

O GOL

A pressão alviverde era tamanha e o resultado veio aos 8 minutos com Gilson tabelando com André Dias pelo meio, invadindo a grande área pela esquerda e chutando rasteiro, no contra-pé do goleiro Felipe, para abrir o placar. América 1 Avaí 0. O primeiro gol do lateral esquerdo no brasileirão.

O gol motivou ainda mais a equipe americana que, de pé em pé, permanecia chegando ao ataque do adversário e, a zaga, bem postada, fechava os espaços do Avaí. Aos 18, Amaral cobrou escanteio fechado e, ao subir, Kempes mandou por cima por do gol, mas o juiz paralisou o lance marcando falta do atacante. Um minuto depois Rodriguinho deu um belo passe no meio da zaga e, como uma flecha, Gilson chegou antes que a bola saísse e encheu o pé. A bola foi pela linha de fundo.

Aos 22 foi a vez de Marcos Rocha surgir pela direita e cruzar para o atacante André Dias antecipar a zaga e disparar uma bomba, mas pela linha de fundo.

O SEGUNDO

Com o jogo sob controle, o segundo gol seria questão de tempo. Aos 26, o volante Amaral quase faz um belo gol olímpico ao bater um escanteio pela esquerda, o goleiro Felipe se esticou e mandou para escanteio. Porém, na segunda cobrança, o zagueiro Micão subiu mais que a zaga e cabeceou para trás. O iluminado André Dias bem posicionado na pequena área só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo do gol, ampliando o placar. América 2 Avaí 0.

Aos 35, André Dias recebeu lançamento próximo da grande área e, se não fosse o erro da arbitragem em marcar impedimento, o atacante ia sair na cara do goleiro e poderia ampliar o placar. Aos 40 mais uma chance incrível para o Coelho com Marcos Rocha alçando a bola na pequena área e, por pouco, o zagueiro Willian Rocha consegui cabecear de peixinho para o fundo das redes. Só deu América na primeira etapa.

O goleiro Neneca foi trabalhar apenas aos 43 quando o atacante Rafael Coelho arriscou de fora da área e a muralha verde pulou no canto e dez uma bela defesa. Mas, atento a todo instante, o Coelho respondeu em seguida após um belo contra ataque e a conclusão de Marcos Rocha sendo salva pelo goleiro Rafael.

Na saída o lateral Gilson exaltou a postura do time neste começo de jogo. “Começamos diferentes e ligados e conseguimos sair com os gols para o intervalo. O professor me dá liberdade para chegar ao ataque e fui feliz em abrir o placar. Agora é continuar ligar para conquista os três pontos e nos livrar da zona do rebaixamento no final do campeonato”.

 SEGUNDO TEMPO

O técnico Givanildo Oliveira voltou com a mesma formação para o segundo tempo e com a defesa interceptando as investidas da equipe do Avaí. Aos 7 minutos, o zagueiro Willian Rocha sentiu uma contusão na coxa esquerda após cortar um lance de ataque do Avaí e não conseguiu retornar, com isso, Givanildo mandou a campo o zagueiro Anderson para o jogo.

Aos 11 , o meia Rodriguinho dominou a bola próximo a grande área, girou, tirando a marcação, avançou até a grande área e chutou firme ao gol, mas a bola explodiu na zaga sobrando para Amaral que, por duas vezes, arriscou mas a bola foi por cima do travessão. Seria a segunda placar para o meia Americano.

DOMÍNIO ALVIVERDE

Como no primeiro tempo, o Coelho marcava forte e dominava o adversário no seu campo de defesa. Aos 15, Kempes arriscou de fora da área e a zaga cortou para escanteio. Um minuto depois, Amaral chegou pela direita e, ao cruzar para André Dias, a zaga, mais uma vez, se antecipou evitando o terceiro gol americano.

A pressão continuava e, aos 18, Rodriguinho bateu colocado de fora da área, mas a bola caprichosamente passou rente a trave esquerda do goleiro Rafael.

O Avaí tentava chegar, mas a bola parava na zaga americana bem postada em campo que cortava as ações e já saia rápido acionando o ataque. Givanildo promoveu a segunda substituição na equipe ao 23, colocando o atacante Léo no lugar de André Dias.

Na primeira oportunidade do velocista, ele gingou sobre o zagueiro, e cruzou rasteiro na pequena área, mas a zaga chegou primeiro que o atacante Kempes.

O CASTIGO

Após dominar a partida e não dar espaços para o Avaí, a equipe adversária chegou aos 32 com perigo pelo centro, invadindo a grande área com o atacante Willian que chutou no contra pé do goleiro Neneca que não pode impedir o gol avaiano. América 2 Avaí 1.

O time sentiu o gol e, aos 36, em outra descida rápida da equipe do Avaí, Cleverson cabeceou forte, a bola desviou em Amaral, no travessão e entrou igualando o placar. América 2 Avaí 2.

Aos 40 Neneca teve que se esticar pela esquerda para mandar cortar o gol de Lincoln. O América reagiu aos 44 com o atacante Léo arriscando de fora da área, porém, pela linha de fundo.

FICHA TÉCNICA

América 2×2 Avaí

Data: 10 de setembro de 2011, sábado

Horário: 18h

Local: Arena do Jacaré

Público: 734

Renda: R$ 6.165,00

Árbitro: Sávio Spínola Fagundes Filho

Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva e João B. Nobre Chaves

Cartões amarelos: Gilson – América; Pedro Ken, Bruno Silva – Avaí

Cartões vermelhos: – América

Gols: Gislon (8’ – 1° tempo), André Dias (27’ – 1° tempo) – (América); Willian (32’ – 2’ tempo), Cleverson (36’ – 2’ tempo)

América: Neneca; Otávio, Micão, Willian Rocha (Anderson); Marcos Rocha, Leandro Ferreira, Amaral, Rodriguinho, Gilson; Kempes e André Dias (Léo). Técnico: Givanildo Oliveira.

Avaí: Rafael; Arlan, Welton Felip, Dirceu, Pará; Bruno Silva, Pedro Ken (Batista), Lincoln, Róbson; Willian e Rafael Coelho (Strada). Técnico: Toninho Cecílio

 Texto: site oficial do América Mineiro

 

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


17 fev 2018
Baeta perde na estreia do Módulo 2

17 fev 2018
Tupynambás estreia no Módulo 2 fora de casa

16 fev 2018
Com Leão ainda treinador interino, Tupi visita URT

13 fev 2018
Brilho de Léo Santana na seleção emociona JF. Veja depoimentos exclusivos

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse