24 set 2011

O jogo só acaba quando termina: 1 a 1



Time de Guerreiros não foi uma expressão criada à toa para se referir ao Fluminense. Nasceu em 2009 e se apegou de forma surpreendente desde então. Neste sábado, na Arena da Baixada, em Curitiba, mais uma mostra de que não é fácil derrotar o Tricolor. O Atlético-PR vencia até os 46 minutos do segundo tempo, quando Lanzini sofreu um pênalti, que Fred converteu e manteve a equipe no G5 do Brasileirão, com 41 pontos.

E foi mais um daqueles jogos de arbitragem confusa. Ainda no primeiro tempo, o juiz Wagner Reway marcou um pênalti para lá de duvidoso de Edinho em cima de Wagner Diniz. A sorte que o Fluminense conta com Diego Cavalieri, que defendeu a cobrança de Cléber Santana, aos 29 minutos de jogo.

Aos três da etapa final, outro lance equivocado do árbitro, quando Deivid fez falta desclassificante em Rafael Sobis, que ficou com a coxa com a marca das travas do volante, que recebeu apenas o cartão amarelo. Aos 24, num terceiro equívoco, Rafael Santos colocou o braço na bola dentro da área, evitando o domínio de Fred, e o juiz marcou a falta fora da área. Pênalti não anotado.

Abel, que na sexta-feira já afirmava que apresentaria uma surpresa na partida em Curitiba, lançou o time no 3-5-2, com Edinho entre os zagueiros, e colocou Diguinho no lugar de Lanzini, liberando, assim, os laterais Mariano e Carlinhos. Desta forma, a equipe ficou bem compactada no meio e na defesa, com uma marcação segura, sem dar muitas chances ao adversário.

Numa das poucas oportunidades claras, aos 17 minutos do segundo tempo, Paulo Baier invadiu a área e chutou cruzado, no canto esquerdo de Cavalieri. Mas o Fluminense não desiste nunca. Com a expulsão de Rafael Santos no lance da não marcação do pênalti, o time se lançou todo ao ataque, já com os argentinos Lanzini e Martinuccio como as últimas balas do cartucho de Abel, que completava seu jogo número 100 como técnico do Fluminense.

E foi o meia de 18 anos que sofreu a falta de Manoel no fim do jogo. Fred fez o seu oitavo gol neste Brasileiro, o 20º na temporada, sendo o de número 60 pelo Tricolor em 99 partidas, levando o Fluminense ao segundo empate na competição.

– Foi um jogo muito difícil. Até jogamos bem, mas o juiz se complicou. Tivemos três pênaltis a nosso favor e ele só marcou um – comentou Fred após a partida.

Texto: site oficial do Fluminense 

 

Fim de jogo na Arena! Flu

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


21 abr 2018
Gol de Adê, 43 anos, aos 43 minutos! Baeta vence e sobe

19 abr 2018
Baeta confiante para buscar o “combo”: vitória, acesso e vaga na final

19 abr 2018
Futsal: Léo Aleixo vibra com títulos e adaptação da família na Bélgica

19 abr 2018
Copa Prefeitura Bahamas de Futsal: resultados do Boletim 6

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.