12 set 2011

No meio do caminho, tinha um Damião: 3 a 0



Na tarde deste domingo (11), o estádio do Pacaembu estava preparado para abrigar mais um jogo da Sociedade Esportiva Palmeiras. Dessa vez, o Internacional era o rival que atravessava o caminho alviverde no Campeonato Brasileiro. Jogando em casa, o Verdão se mantinha invicto, com 11 jogos, 7 vitórias e 4 empates.

O Palmeiras não pôde contar com o volante João Vítor e com o atacante Kleber, suspensos. Porém, Maurício Ramos voltou a ser relacionado. Para o lugar de Kleber, Felipão escalou o jovem atacante Vinícius e iniciou a partida no esquema 4-4-2.

Com uma derrota por 3 a 0, o Palmeiras perdeu a invencibilidade jogando em casa e caiu uma posição na tabela do Brasileirão.

Como de costume, o sol reinava em todo território do Pacaembu. Um clima quente que não diminuiria a vontade do Verdão em conseguir mais três pontos no Campeonato Brasileiro. A disputa por “um lugar ao sol” era grande no meio de campo. Palmeiras e Internacional realizavam uma disputa interessante no início do confronto.

Aos 11min, o time paulista teve a primeira oportunidade efetiva de gol. Patrik tocou a bola para Vinícius, que cruzou para o meio da área e quase encontrou o caminho do gol. A equipe alviverde era melhor e pressionava o time gaúcho em busca de abrir o marcador. As jogadas do Verdão variavam de lado a lado e levavam muito perigo ao gol Colorado.

Quando o relógio marcava 18min, a torcida palmeirense gritou “GOL”, mas por puro engano. Marcos Assunção cobrou falta e a bola tirou tinta da trave direita do goleiro Muriel. O grito de felicidade ficara entalado na garganta dos fanáticos palestrinos.

Mas, aos 24min, o Inter atacou pela primeira vez e marcou. Leandro Damião ajeitou a bola no peito e abriu o placar. 1 a 0 para o Internacional. Nove minutos depois, Marcos Assunção, mais uma vez, cobrou falta e obrigou o goleiro Muriel a fazer grande defesa. Ficou no quase o empate do Palmeiras.

Aos 35min, Luan levantou a torcida presente no Pacaembu. O atacante esteve muito perto de deixar tudo igual no estádio Paulo Machado de Carvalho. O Verdão se animou. A pressão voltava para o lado alviverde.

Faltando poucos minutos para o final do primeiro tempo, Gabriel Silva perdeu outra chance de deixar tudo igual. Essa foi o último respiro do time palmeirense na primeira etapa, pois logo em seguida o árbitro Alício Pena Júnior pôs fim aos primeiros 45 minutos de jogo.

Os dois times voltaram para o segundo tempo e o sol se foi. O clima mais agradável fez o Palmeiras atacar com menos de 2min após o reinício da partida. Fernandão protagonizou um belo lance que tirou tinta da trave. Um minuto depois, Marcos Assunção colocou na cabeça de Fernandão, que obrigou o goleiro Muriel trabalhar.

O início arrasador do Verdão empolgava os espectadores ali presentes no Pacaembu, mas não era o suficiente. A torcida queria o gol, e ele parecia cada vez mais próximo de acontecer. Aos 7min, a melhor oportunidade do Palmeiras no jogo. Cicinho avançou pela lateral direita e cruzou para Fernandão. A bola explodiu na trave, mas logo sem seguida, a arbitragem marcou impedimento.

O atacante Fernandão se mostrava como o grande nome do ataque palmeirense. Em poucos minutos, o camisa 19 teve boas chances de estufar as redes do time gaúcho. Aos 18min, por incrível que pareça, o atacante participou de outro ataque palestrino, que também foi impedido pelo goleiro Muriel.

Quando o relógio marcava 25min, o atacante Vinícius deixou o gramado para a entrada de Ricardo Bueno. Cinco minutos depois, foi a vez de Tinga entrar e Patrik sair. A partir daí, o duelo entre as duas equipes esfriou ligeiramente. Não via-se mais uma equipe com superioridade no jogo. A partida se apresentava com total equilíbrio.

Porém, aos 37min, em um lance isolado, Leandro Damião recebeu passe na grande área e ampliou o marcador. 2 a 0 para o Internacional. As esperanças de uma vitória palmeirense estavam por acabar, e a primeira derrota dentro de casa se tornava uma triste realidade. Aos 46min, Luan ainda teve outra boa chance de marcar, mas foi barrado por Muriel. E logo em seguida, Leandro Damião fez o terceiro dele na partida.

Aos 48min, o juiz encerrou o duelo. O próximo jogo do Palmeiras será no domingo (18), às 16h, contra o Avaí pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 0x3 INTERNACIONAL

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data: 11 de setembro de 2011, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Renda: R$ 290.971,00

Público 9.702 espectadores

Árbitro: Alicio Pena Júnior (MG)

Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Helberth Costa Andrade (MG)

Cartões amarelos: Muriel, Kleber, Sandro Silva e Andrezinho (Inter); Patrik (Palmeiras)

Gols: INTER: Leandro Damião, aos 25 minutos do primeiro tempo e aos 38 e 47 minutos do segundo tempo.

PALMEIRAS: Marcos; Cicinho (Chico), Henrique, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Chico, Marcos Assunção e Patrik (Tinga); Luan, Vinícius (Ricardo Bueno) e Fernandão. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Juan e Kleber; Sandro Silva (Bolatti), Elton, D’Alessandro (Ilsinho), Andrezinho (Fabrício) e Oscar; Leandro Damião. Técnico: Dorival Junior

Texto: site oficial do Palmeiras


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


19 fev 2018
JF Vôlei tem semana de desafios seguidos em busca da reação na Superliga

17 fev 2018
Baeta perde na estreia do Módulo 2

17 fev 2018
Tupynambás estreia no Módulo 2 fora de casa

16 fev 2018
Com Leão ainda treinador interino, Tupi visita URT

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse