12 set 2011

No meio do caminho, tinha um Damião: 3 a 0



Na tarde deste domingo (11), o estádio do Pacaembu estava preparado para abrigar mais um jogo da Sociedade Esportiva Palmeiras. Dessa vez, o Internacional era o rival que atravessava o caminho alviverde no Campeonato Brasileiro. Jogando em casa, o Verdão se mantinha invicto, com 11 jogos, 7 vitórias e 4 empates.

O Palmeiras não pôde contar com o volante João Vítor e com o atacante Kleber, suspensos. Porém, Maurício Ramos voltou a ser relacionado. Para o lugar de Kleber, Felipão escalou o jovem atacante Vinícius e iniciou a partida no esquema 4-4-2.

Com uma derrota por 3 a 0, o Palmeiras perdeu a invencibilidade jogando em casa e caiu uma posição na tabela do Brasileirão.

Como de costume, o sol reinava em todo território do Pacaembu. Um clima quente que não diminuiria a vontade do Verdão em conseguir mais três pontos no Campeonato Brasileiro. A disputa por “um lugar ao sol” era grande no meio de campo. Palmeiras e Internacional realizavam uma disputa interessante no início do confronto.

Aos 11min, o time paulista teve a primeira oportunidade efetiva de gol. Patrik tocou a bola para Vinícius, que cruzou para o meio da área e quase encontrou o caminho do gol. A equipe alviverde era melhor e pressionava o time gaúcho em busca de abrir o marcador. As jogadas do Verdão variavam de lado a lado e levavam muito perigo ao gol Colorado.

Quando o relógio marcava 18min, a torcida palmeirense gritou “GOL”, mas por puro engano. Marcos Assunção cobrou falta e a bola tirou tinta da trave direita do goleiro Muriel. O grito de felicidade ficara entalado na garganta dos fanáticos palestrinos.

Mas, aos 24min, o Inter atacou pela primeira vez e marcou. Leandro Damião ajeitou a bola no peito e abriu o placar. 1 a 0 para o Internacional. Nove minutos depois, Marcos Assunção, mais uma vez, cobrou falta e obrigou o goleiro Muriel a fazer grande defesa. Ficou no quase o empate do Palmeiras.

Aos 35min, Luan levantou a torcida presente no Pacaembu. O atacante esteve muito perto de deixar tudo igual no estádio Paulo Machado de Carvalho. O Verdão se animou. A pressão voltava para o lado alviverde.

Faltando poucos minutos para o final do primeiro tempo, Gabriel Silva perdeu outra chance de deixar tudo igual. Essa foi o último respiro do time palmeirense na primeira etapa, pois logo em seguida o árbitro Alício Pena Júnior pôs fim aos primeiros 45 minutos de jogo.

Os dois times voltaram para o segundo tempo e o sol se foi. O clima mais agradável fez o Palmeiras atacar com menos de 2min após o reinício da partida. Fernandão protagonizou um belo lance que tirou tinta da trave. Um minuto depois, Marcos Assunção colocou na cabeça de Fernandão, que obrigou o goleiro Muriel trabalhar.

O início arrasador do Verdão empolgava os espectadores ali presentes no Pacaembu, mas não era o suficiente. A torcida queria o gol, e ele parecia cada vez mais próximo de acontecer. Aos 7min, a melhor oportunidade do Palmeiras no jogo. Cicinho avançou pela lateral direita e cruzou para Fernandão. A bola explodiu na trave, mas logo sem seguida, a arbitragem marcou impedimento.

O atacante Fernandão se mostrava como o grande nome do ataque palmeirense. Em poucos minutos, o camisa 19 teve boas chances de estufar as redes do time gaúcho. Aos 18min, por incrível que pareça, o atacante participou de outro ataque palestrino, que também foi impedido pelo goleiro Muriel.

Quando o relógio marcava 25min, o atacante Vinícius deixou o gramado para a entrada de Ricardo Bueno. Cinco minutos depois, foi a vez de Tinga entrar e Patrik sair. A partir daí, o duelo entre as duas equipes esfriou ligeiramente. Não via-se mais uma equipe com superioridade no jogo. A partida se apresentava com total equilíbrio.

Porém, aos 37min, em um lance isolado, Leandro Damião recebeu passe na grande área e ampliou o marcador. 2 a 0 para o Internacional. As esperanças de uma vitória palmeirense estavam por acabar, e a primeira derrota dentro de casa se tornava uma triste realidade. Aos 46min, Luan ainda teve outra boa chance de marcar, mas foi barrado por Muriel. E logo em seguida, Leandro Damião fez o terceiro dele na partida.

Aos 48min, o juiz encerrou o duelo. O próximo jogo do Palmeiras será no domingo (18), às 16h, contra o Avaí pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 0x3 INTERNACIONAL

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data: 11 de setembro de 2011, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Renda: R$ 290.971,00

Público 9.702 espectadores

Árbitro: Alicio Pena Júnior (MG)

Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Helberth Costa Andrade (MG)

Cartões amarelos: Muriel, Kleber, Sandro Silva e Andrezinho (Inter); Patrik (Palmeiras)

Gols: INTER: Leandro Damião, aos 25 minutos do primeiro tempo e aos 38 e 47 minutos do segundo tempo.

PALMEIRAS: Marcos; Cicinho (Chico), Henrique, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Chico, Marcos Assunção e Patrik (Tinga); Luan, Vinícius (Ricardo Bueno) e Fernandão. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Juan e Kleber; Sandro Silva (Bolatti), Elton, D’Alessandro (Ilsinho), Andrezinho (Fabrício) e Oscar; Leandro Damião. Técnico: Dorival Junior

Texto: site oficial do Palmeiras


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


25 abr 2018
Copa Prefeitura Bahamas de Futsal: resultados do Boletim 7

24 abr 2018
Série C: Tupi perde seis posições e recebe Operário-PR sábado

24 abr 2018
Mais uma do Toque de Bola: baixe o seu wallpaper do acesso do Baeta!

23 abr 2018
Simão revela que Ademilson não disputaria Módulo 2 e garante artilheiro na Primeira

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.