12 set 2011

Depois do acidente, é pensar no clássico



O bom futebol das partidas anteriores não foi repetido neste domingo. O Botafogo foi derrotado por 5 a 0 pelo Coritiba, no Couto Pereira, porém, se manteve na zona de classificação para a Libertadores, com 40 pontos. O primeiro tempo ainda foi mais equilibrado, mas, no segundo, o time alvinegro se perdeu após a marcação de um pênalti inexistente quando buscava a reação. O próximo adversário é o Flamengo, domingo, no Stadium Rio. Elkeson, suspenso devido a um rigoroso cartão amarelo, não poderá jogar.

O Botafogo teve um desfalque de última hora. Debilitado fisicamente por causa de uma sinusite, Maicosuel ficou no banco, com Everton como titular. O meia criou o primeiro lance de perigo alvinegro, cruzando para Loco Abreu quase chegar para concluir, aos 6 minutos.

Bem jogada, com duas equipes ofensivas, que buscam o toque de bola e saída rápida, a partida teve um bom primeiro tempo, de muitas oportunidades. Aproveitando o fator campo, o Coritiba atacou mais.

Uma das principais armas era o chute de fora da área de Léo Gago. O volante tentou aos 10 e aos 20, mas Jefferson fez boas defesas. Já o Botafogo quase marcou duas vezes. Aos 12, Elkeson cobrou falta na entrada da área e Vanderlei conseguiu tirar. Aos 18, Renato fez grande jogada e tocou para Loco Abreu, dentro da área, bater por cima, de direita.

O Coritiba, então, passou a ser mais eficiente na criação de jogadas, levando mais perigo. De fora da área, Marcos Aurélio e Tcheco obrigaram Jefferson a realizar grandes defesas. Por cima, Emerson cabeceou no canto e Renato salvou em cima da linha.

O problema alvinegro estava no momento da definição. Por diversas vezes, o último passe ou a conclusão falhou. Um bom exemplo foi quando Gustavo arrancou e tocou para Elkeson, que não conseguiu dominar dentro da área.

De tanto insistir, como em chute de Bill que Jefferson pegou e cabeçada de Jonas rente à trave, o Coritiba abriu o placar. Aos 42, após escanteio, Emerson subiu para cabecear no canto e marcar. No lance em que originou o escanteio, Cortês foi empurrado por Jonas.

Na segunda etapa, o Botafogo voltou melhor e quase empatou nas jogadas de bola parada. Aos 2, Elkeson vateu falta cruzada e ninguém chegou para escorar. Aos 6, o meia bateu escanteio, Fábio Ferreira até conseguiu cabecear, de dentro da área, mas sem acertar a direção.

Entretanto, um erro da arbitragem complicou a reação. Bill invadiu a área, esperou a chegada de Jefferson e se atirou ao chão. Mesmo com o goleiro tendo levantado as mãos, o juiz Fabrício Neves Corrêa deu pênalti, convertido por Marcos Aurélio aos 10.

No lance seguinte, o Botafogo poderia voltar ao jogo. Porém, após grande arrancada de Elkeson, Vanderlei saiu bem e abafou a finalização. Para piorar, aos 20, Bill aproveitou cruzamento para marcar o terceiro.

O dia não era mesmo do Botafogo. O time não conseguia seu gol, Loco Abreu e Gustavo pararam no goleiro Vanderlei, e, quando atacado, era castigado. Rafinha fez o quarto aos 35, após passe de Marcos Aurélio, e Everton Costa o quinto já no fim. Na briga pelas primeiras posições, o Glorioso buscará a recuperação já no próximo domingo, no clássico contra o Flamengo.

BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, Gustavo, Fábio Ferreira e Cortês; Marcelo Mattos (Felipe Menezes), Renato, Elkeson e Everton (Cidinho); Herrera (Alex) e Loco Abreu. Técnico: Caio Júnior.

 Texto: site oficial do Botafogo


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


23 abr 2018
Simão revela que Ademilson não disputaria Módulo 2 e garante artilheiro na Primeira

23 abr 2018
Copa Prefeitura Bahamas de Futsal: resultados do Boletim 6

21 abr 2018
Gol de Adê, 43 anos, aos 43 minutos! Baeta vence e sobe

19 abr 2018
Baeta confiante para buscar o “combo”: vitória, acesso e vaga na final

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.