26 set 2011

Com dois a mais, Verdão…



Para o jogo contra o Atlético-GO, o Verdão desembarcou em Goiânia na sexta-feira a noite, treinou no sábado e se concentrou para entrar em campo pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A primeira vitória no 2º turno da competição (1×0 contra o Ceará) deu um ânimo a mais aos jogadores, que se mostraram dispostos a conquistar todos os pontos restantes e lutar pelas primeiras posições na tabela de classificação.

Para a partida, o time alviverde não contou com a presença do volante Chico – suspenso pelo terceiro cartão amarelo – e o goleiro Marcos foi poupado mais uma vez. Valdivia e Cicinho ainda seguem com fortalecimento muscular. A única novidade em relação ao último jogo foi a volta do lateral esquerdo Rivaldo.

Como opção no lugar de Chico, Scolari colocou João Vitor na lateral e Márcio Araújo voltou a atuar como volante, ao lado de Marcos Assunção. O Verdão saiu na frente no placar, mas, mesmo com dois a menos, o Atlético-GO buscou o empate e deixou tudo igual com um gol para cada lado.

O jogo começou bastante equilibrado no estádio Serra Dourada, mas a grande chance de gol logo no início foi do Palmeiras. No primeiro ataque da partida, Fernandão tabelou com Kleber que ficou na cara do gol e cruzou para Tinga, que chegou em velocidade, mas o goleiro impediu o primeiro gol da partida.

Após o susto, o time goianiense passou a pressionar e criou lances de perigo para o goleiro Deola. Aos 12min, Marcos Assunção cobrou escanteio fechado, a zaga desviou errado e quase que o Verdão abriu o placar. No rebote, João Vitor tentou, mas a bola foi muito alta.

Quando o relógio marcou 23min, Luan foi derrubado na entrada da grande área e concedeu ao Palmeiras mais uma chance de bola parada. Como de costume, Marcos Assunção foi para a cobrança e bateu com perfeição para Henrique cabecear para o fundo das redes e marcar o primeiro gol da partida. Atlético-GO 0x1 Palmeiras.

Impedindo que o Atlético partisse em velocidade, o Palmeiras soube levar o resultado e, por muito pouco, não saiu o segundo gol. Aos 30min, João Vitor lançou para Fernandão que driblou o marcador e ficou cara a cara com o goleiro Márcio, mas pegou mal na bola, que saiu pela linha de fundo. Grande chance do Verdão!

No final do primeiro tempo, o Dragão tentou de qualquer jeito buscar o empate e abusou dos contra-ataques, mas a defesa alviverde, bem posicionada, afastou todos os perigos. Logo depois, Fernandão partiu em velocidade e foi derrubado perto da área por Anderson, que tomou o segundo amarelo e foi expulso. Na cobrança, Assunção bateu muito embaixo da bola e ela saiu por cima do gol. Assim, o árbitro apitou o final do primeiro tempo com o Verdão na frente do placar.

Na volta aos gramados, o time palmeirense não teve nenhuma novidade. Já os donos da casa mexeram e colocaram Paulo Henrique no lugar de Ernandes. Logo no início da etapa complementar, Pituca levou mais um cartão amarelo na partida após largar a mão no rosto de Márcio Araújo.

Com um jogador a menos, o Dragão se fechou no campo defensivo e tentou algumas brechas para partir em contra-ataque. As grandes jogadas do Palmeiras surgiram pela lateral esquerda e na velocidade de Luan.

Aos 12min, Gabriel Silva partiu pela lateral e foi carregando a bola até a linha de fundo, mas Rafael Cruz derrubou o lateral e levou cartão amarelo. Mais uma chance de bola parada do Verdão e Marcos Assunção, de novo, lançou na cabeça de Luan, que cabeceou para fora.

Três minutos depois, João Vitor cometeu falta em Vitor Junior, que reclamou com o juiz para dar cartão amarelo ao jogador palmeirense. Por reclamação, o árbitro acabou mostrando o cartão para os dois jogadores. Nada satisfeito, o meia do Atlético-GO continuou reclamando e foi expulso de campo.

Logo em seguida, Felipão mexeu pela primeira vez na equipe ao tirar Tinga e colocar Maikon Leite na partida. O Verdão foi com força total para cima do Dragão, que estava com nove jogadores em campo.

Aos 26min, João Vitor tomou uma cotovelada de Pituca e foi ao chão com um sangramento no rosto. O jogo ficou paralisado para o atendimento médico ao jogador. Sem condições de voltar, o Palmeiras mexeu mais uma vez e colocou o estreante Pedro Carmona no lugar do camisa 16.

Em busca do empate, o dono da casa pressionou o Palmeiras até conseguir, aos 35min, balançar as redes do goleiro Deola. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Thiago Feltri e não perdoou a falha da zaga alviverde. Tudo igual no Serra Dourada.

Depois do empate, o jogo ficou aberto e com os dois times a fim de garantir os três pontos. No final do jogo, o Palmeiras gastou a terceira e última substituição ao colocar Ricardo Bueno no lugar de Fernandão. Lutando até o último minuto, o Verdão não conseguiu ser superior no placar e a partida terminou tudo igual em Goiânia.

Com o resultado, o Palmeiras ocupa a 8ª posição na tabela e se prepara para o confronto com o América-MG, dia 01, às 18h, no Canindé.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 1 x 1 PALMEIRAS

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Data: 25 de setembro de 2011, domingo

Horário: 18 horas (de Brasília)

Renda: R$ 255.625,00

Público: 12.422 espectadores

Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL)

Assistentes: Marco Antônio Martins (SC) e Carlos Titara da Rocha (AL)

Cartões amarelos: Marcos Assunção, Fernandão, Márcio Araújo e Luan (Palmeiras); Rafael Cruz, Agenor e Pituca (Atlético-GO)

Cartões vermelhos: Anderson e Vitor Junior (Atlético-GO)

Gols:

PALMEIRAS: Henrique, aos 24 minutos do primeiro tempo.

ATLÉTICO-GO: Thiago Feltri, aos 35 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-GO: Márcio; Rafael Cruz, Anderson, Leonardo e Thiago Feltri; Agenor, Pituca, Ernandes (Paulo Henrique) e Vitor Júnior; Juninho (Felipe) e Anselmo (Marino). Técnico: Hélio dos Anjos.

PALMEIRAS: Deola; João Vitor (Pedro Carmona), Maurício Ramos, Henrique e Gabriel Silva; Marcos Assunção, Márcio Araújo e Tinga (Maikon Leite); Luan, Kleber e Fernandão (Ricardo Bueno). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Texto: site oficial do Palmeiras


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 maio 2018
Tupi tem barca, saída de preparador físico e contusão em dois dias

22 maio 2018
Panathlon Club JF comemora sucesso da 6ª Feijoada do Esporte

22 maio 2018
Perrout exalta “time” CRIA-UFJF em Recife: “Todos melhoraram marcas”

21 maio 2018
Após assinar com ArcelorMittal, JF Vôlei estuda parceria diferente com Sada

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.