12 set 2011

Chances perdidas, e só o empate: 1 a 1



A luta pelo pentacampenato continua. Jogando no Estádio Orlando Scarpelli, em Santa Catarina, o Vascão empatou com a equipe do Figueirense em 1 a 1 na tarde deste domingo (11/09). O gol vascaíno foi marcado pelo lateral direito Fagner.

Com o empate, o Gigante da Colina subiu para a segunda colocação da tabela, com 42 pontos, um a menos que o líder Corinthians.

O próximo desafio do elenco cruzmaltino será no sábado (17), contra o Grêmio, às 18h, em São Januário.

O jogo

Jogando dentro de casa e com o apoio de seu torcedor, o Figueirense começou a partida pressionando a equipe do Vasco. Logo aos quatro minutos, após cobrança de falta de Elias, Wellington Nem apareceu cara a cara com Fernando Prass e não desperdiçou: Figueirense 1 x 0.

A equipe da casa seguiu no campo de ataque e aos nove minutos voltou a assustar com Elias, que cobrou escanteio fechado e colocou o camisa 1 cruzmaltino para trabalhar. A resposta do Gigante da Colina veio aos 14 minutos. Na oportunidade, Fagner fez grande jogada e viu Roger Carvalho, zagueiro do Figueira, dá um tapa na bola e obrigar Wilson a fazer um milagre.

Se nesse lance o arqueiro da equipe catarinense conseguiu evitar o gol vascaíno, nada ele conseguiu fazer quando seu sistema defensivo voltou a falhar aos 17 minutos e deu liberdade para Fagner, que bateu cruzado e empatou a partida no Scarpelli: VASCO 1 X 1.

O gol acordou o Vasco, que equilibrou a partida e passou ter mais posse de bola que o adversário. Apesar disso, o Figueirense continuou assustando, principalmente nos contra-ataques. Num deles, aos 32 minutos, Somália bateu cruzado e obrigou Fernando Prass, novamente, a fazer uma importante defesa.

Em seguida, o Gigante da Colina chegou novamente com perigo e em grande estilo, mas a arbitragem, erradamente, anulou o gol do centroavante Elton. O Figueirense quase chegou ao gol aos 38 minutos com Wellington Nem, mas o jovem atacante chutou a bola para fora. Na reta final da primeira etapa, Diego Souza ainda acertou a trave do goleiro Wilson.

O Vasco voltou para o segundo tempo com a mesma equipe que terminou o primeiro tempo, mas com uma postura mais ofensiva. Logo aos quatro minutos, Fagner cruzou e Elton quase colocou a bola para o fundo das redes. No minuto seguinte quem tentou foi Eder Luis, mas o camisa 7 não conseguiu acertar o gol no momento da finalização.

Jogando nos contra-ataques, o Figueirense só conseguiu ter sua primeira oportunidade no segundo tempo aos dez minutos com Pittoni. Na oportunidade, o paraguaio cobrou falta e assustou Fernando Prass. Quem também assustou na bola parada foi o apoiador Elias aos 15 minutos.

Aos 24 minutos foi a vez do Vasco chegar novamente. Na oportunidade, Diego Souza tocou a bola para Fellipe Bastos e viu o volante finalizar em cima do goleiro Wilson. O Gigante da Colina seguiu pressionando e aos 35 minutos Kim, que entrou no lugar de Elton, arriscou de longe e levou perigo. Aos 39 minutos, o camisa 28 voltou a aparecer e até conseguiu acertar o gol, mas antes que a bola entrasse, Edson Silva cortou. Na reta final do jogo Diego Souza e Allan tentaram, mas foram impedidos pelo goleiro Wilson.

VASCO: Fernando Prass, Fagner, Dedé, Victor Ramos e Jumar (Diego Rosa); Romulo, Allan, Fellipe Bastos e Diego Souza; Eder Luis e Elton (Kim). Técnico: Cristóvão Borges.

Texto: site oficial do Vasco


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


25 abr 2018
Copa Prefeitura Bahamas de Futsal: resultados do Boletim 7

24 abr 2018
Série C: Tupi perde seis posições e recebe Operário-PR sábado

24 abr 2018
Mais uma do Toque de Bola: baixe o seu wallpaper do acesso do Baeta!

23 abr 2018
Simão revela que Ademilson não disputaria Módulo 2 e garante artilheiro na Primeira

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.