19 ago 2011

Resposta rápida, e com gol de placa



O América empatou com o São Paulo pela 17° rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena do Jacaré, com um golaço de bicicleta do atacante Kempes, aos 42 minutos do segundo tempo, dois minutos após levar o gol são-paulino. Aguerrido em campo, o time americano mostrou que, mesmo sem o poder financeiro de outros clubes, é competitivo e tem condições de sair da zona de rebaixamento.

Bastante equilibrado taticamente, os times tiveram poucas chances de gol no primeiro tempo sendo que a chance mais clara de gol da equipe americana surgiu aos 33 minutos com a zaga adversária dividindo na pequena área com o atacante Alessandro e mandando para escanteio. Na sequência, Micão e Rodriguinho tiveram a chance de abrir o marcador, mas Rogério Ceni impediu o gol americano. Já no segundo tempo os dois times partiram para o ataque em busca da vitória e a partida se transformou em um jogaço de futebol.

O JOGO

O técnico Givanildo Oliveira comandou apenas um coletivo preparatório para essa partida e confirmou o retorno do capitão Micão, recuperado de dores abdominais, e do velocista Léo que cumpriu suspensão na partida contra o Botafogo.

O jogo começou com as duas equipes trocando passes em busca do ataque, sendo que a primeira chance veio aos 3 minutos com o meia Rivaldo chutando firme na trave esquerda de Neneca. Com a marcação forte sobre os atacantes americanos, o velocista Léo arriscou de fora da área, aos 8 minutos, mas a bola foi por cima do gol de Rogério.

Aplicado taticamente em campo o time americano girava a bola pelas laterais tentando furar a defesa adversária. Aos 14, o time americano puxou um contra-ataque rápido pela esquerda com Gilson cruzando em meia altura, mas o artilheiro Alessandro não conseguiu chegar para concluir a gol. A assistente Tatiana já havia paralisado o lance marcando impedimento do atacante.

Aos 33 minutos a chance mais clara de gol para o time americano. Marcos Rocha cruzou rasteiro para a pequena área buscando Alessandro, mas a zaga são paulina chegou dividindo com o atacante e cortou para escanteio. Na cobrança, Micão cabeceou firme e o goleiro Rogério Ceni salvou o gol se esticando e espalmando para lateral, a bola ainda sobrou para Rodriguinho bater firme e a bola passar rente a trave direita do goleiro.

Dois minutos depois, Alessandro recebeu de Marcos Rocha, girou na grande área e bateu no canto esquerdo de Rogério que fez a defesa. Uma pressão enorme da equipe americana nos minutos finais do primeiro tempo.

Na saída para o intervalo o meia Rodriguinho disse que o jogo está equilibrado, mas com chances de o Coelho sair com o resultado positivo. ”O jogo tá difícil, tá faltando à gente virar a bola rápido porque os nossos alas estão tendo oportunidade de chegar e finalizar”.

SEGUNDO TEMPO

O time americano voltou para a segunda etapa com a mesma formação que iniciou o jogo. E a primeira chance veio em cobrança de falta de Amaral aos 3 minutos coma bola saindo para escanteio. Na cobrança a bola subiu, com efeito, e saiu pela linha de fundo.

Aos 8, foi a vez do São Paulo chegar com perigo mas parar no arqueiro verde Neneca. Em resposta, o Coelho chegou aos 12 minutos com o atacante Léo que pegou rebote na grande área, girou e bateu firme para a boa defesa de Rogério Ceni.

Aos 14, Cícero cruzou na cabeça de Rivaldo que mandou rente a trave de Neneca. Um minuto depois o América chegou com Rodriguinho que avançou pelo meio e arriscou de fora da área, a bola parou nas mãos de Rogério Ceni.

Em seguida o técnico Givanildo Oliveira fez a primeira alteração na equipe colocando o atacante Kempes no lugar de Léo.

Aos 18 minutos, em falta a favor do América, o lateral Juan agrediu com um soco na cabeça o volante Dudu e o trio de arbitragem foi omisso ao lance e nada fez. Um minuto depois, Marcos Rocha invadiu a grande área e foi espremido por dois defensores adversários, o lateral caiu e pediu pênalti que não foi marcado pelo árbitro. Mais um lance duvidoso.

Vendo o domínio americano, o técnico Adilson Batista sacou Dagoberto e colocou o Fernandinho. E no primeiro lance do jogador, aos 21, ele finalizou de fora da área e Neneca firme, fez a defesa.

Após as substituições o jogo ficou aberto com as duas equipes saindo ao ataque em busca da vitória e,aos 24, Givanildo mandou a campo o meia Netinho no lugar de Rodriguinho. O meia chegou pela esquerda, cruzando na grande área, mas a bola passou por todo a grande área e foi a linha de fundo.

Aos 26 minutos, Fernandinho arrancou pela esquerda, chegando à linha de fundo e chutando forte, o arqueiro verde espalmou pela linha de fundo. Aos 29 a última substituição no Coelho. Givanildo colocou o atacante Fábio Júnior no lugar de Alessandro. Dois minutos depois o zagueiro William Rocha fez a parede na pequena área e impediu o gol do meia Cícero.

Aos 38, Netinho cobrou falta pela direita e o zagueiro Xandão mandou para escanteio. Na cobrança Rogério defendeu.

O CASTIGO

Aos 40 minutos, o zagueiro Gabriel cortou em cima da linha o chute de e, na sobra, Marlos chutou da esquerda para abrir o placar. América 0 São Paulo 1

O EMPATE

Dois minutos depois Marcos Rocha bateu lateral na grande área , o zagueiro William Rocha desviou para a marca do pênalti e, de bicicleta, Kempes empatou a partida. Um golaço do atacante americano. América 1 São Paulo 1.

No final do jogo, o atacante Kempes, autor do golaço de empate, disse que o time está no caminho certo. “Estou feliz pelo gol, tive a felicidade de pegar bem na bola, mas gostaríamos de sair com os três pontos. Acho que falta a gente acertar o último passe para deixar o companheiro na cara do gol”.

FICHA TÉCNICA

América 1×1 São Paulo

Data: 18 de agosto de 2011, domingo

Horário: 21h

Local: Arena do Jacaré, Sete Lagoas

Público: 2.636 pagantes

Renda: R$ 23750,00

Árbitro: Leandro Pedro Vuadem

Auxiliares: Carlos Berkenbrock e Tatiana Jacques de Freitas

Cartões amarelos: Dudu, Amaral – América; Juan, Lucas – São Paulo

Gols: Kempes (42’ – 2° tempo) – (América); Marlos (40’ – 2° tempo) – (São Paulo)

América: Neneca; William Rocha, Gabriel, Micão; Marcos Rocha, Dudu, Amaral, Rodriguinho (Netinho), Gilson; Léo (Kempes) e Alessandro (Fábio Júnior). Técnico: Givanildo Oliveira.

São Paulo: Rogério Ceni; Iván Pires, Xandão, Rhodolfo, Juan; Wellington, Carlinhos Paraíba, Cícero, Rivaldo (Marlos) ; Lucas e Dagoberto (Fernandinho). Técnico: Adilson Batista.

Texto: site oficial do América Mineiro


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.