04 ago 2011

Muita luta, mas outra derrota



Sob comando do técnico interino Millagres, o América encarou o líder do Campeonato Brasileiro nesta noite de quarta-feira, no estádio Pacaembu, jogou de igual para igual com o Corinthians. A equipe americana só não saiu de campo com melhor resultado pela clara interferência do árbitro carioca Antônio F. de Carvalho Schneider. No primeiro tempo, o árbitro aplicou cinco cartões amarelos nos defensores americanos e não usou do mesmo critério em faltas cometidas pelos corintianos. E, para completar, validou um gol, no mínimo, duvidoso, e garantiu a vitória da equipe da casa por 2 a 1.

O técnico Givanildo de Oliveira, contratado na segunda-feira para substituir Antonio Lopes, acompanhou o jogo da tribuna do Pacaembu. A partir desta quinta-fira, no retorno da delegação a Belo Horizonte, Givanildo assume efetivamente o comando da equipe, iniciando a preparação para o jogo contra o Fluminense, domingo, às 16:00, na Arena do Jacaré.

 GOL RELÂMPAGO

O time foi surpreendido com um gol com apenas 40 segundos de jogo. Mas não se abalou e criou boas oportunidades e aproveitou uma delas, com o atacante Kempes, empatando ainda no primeiro tempo.

No segundo, a equipe americana chegou a dominar em alguns momentos, quando criou chances para virar o jogo. Mas, em um lance que começou em uma falta inexistente, o Corinthians conseguiu desempatar com um gol bastante duvidoso. Após o gol, o lateral Gilson foi expulso por reclamar da posição duvidosa do volante Paulinho, autor do gol. Com um a menos, o time não conseguiu reagir e amargou mais uma derrota. Porém, mostrou em campo que está no caminho certo da reação para sair da zona de rebaixamento.

O JOGO

O técnico dos juniores, Millagres, assumiu a equipe interinamente após a saída de Antonio Lopes e fez algumas alterações em relação ao time que enfrentou o Coritiba, no domingo. Glauber e Dudu entraram nas vagas de China, lesionado, e Amaral, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O esquema tático também foi alterado, com o time atuando no 4-4-2.

Porém, no primeiro lance do jogo, o Corinthians fez 1 a 0. O atacante Jorge Henrique aproveitou um chute cruzado de Willian, na grande área, para apenas empurrar para a rede.

Após o gol, o time americano teve a primeira chance para empatar e Kempes não desperdiçou. Aos 14 minutos, Marcos Rocha cruzou na medida para o atacante subir entre os zagueiros e, de cabeça, desviar para o gol.

Melhor organizado em campo, o Coelho não deva espaços para o Corinthians e chegava ao ataque com perigo. Aos 35 minutos, em mais uma troca de passes do meio-campo americano, Leandro Ferreira arriscou da direita, mas o goleiro Renan defendeu. Dois minutos depois, o mesmo Leandro Ferreira driblou o marcador e chutou forte, para outra difícil defesa do goleiro corintiano.

“Sabíamos que eles iriam começar forte, mas colocamos a bola no chão, como pediu o professor Millagres e empatamos a partida. Se continuarmos assim, e melhorarmos o último passe podemos sair com um resultado melhor”, previa o atacante Kempes ao final do primeiro tempo.

 SEGUNDO TEMPO

O técnico Milagre não fez alterações na equipe na volta do intervalo e, desta vez, foi o Coelho que quase marcou antes do primeiro minuto. O atacante Kempes fez um “corta-luz” e a bola caiu nos pés de Léo, que finalizou de fora da área, mas por cima do gol. Em seguida, Kempes deu um lindo chapéu no marcador e, da meia-lua, sem deixar a bola cair, chutou com perigo por cima do travessão. Aos 2 minutos, Rodriguinho colocou a bola por entre os zagueiros para Kempes, mas o goleiro corintiano se antecipou ao atacante para defender.

Com a mesma postura da primeira etapa o América conseguia criar mais chances de gol que o adversário, que só foi chegar aos 10 minutos, em jogada que terminou com boa defesa do goleiro Neneca.

No contra-ataque, Gilson lançou para Léo que, sozinho pela direita, dominou e chutou cima do gol, desperdiçando uma grande oportunidade de virar para 2 a 1.

 GOL CONTESTADO

Aos 21 minutos, o meia Alex cobrou falta da intermediária, a bola passou pela defesa e sobrou para o volante Paulinho, em posição contestada, completar para o gol.

O lance duvidoso gerou revolta nos jogadores americanos. O lateral Gilson foi reclamar com o bandeira e foi expulso. Com a expulsão do lateral, o técnico Millagres fez a primeira substituição na equipe e colocou o zagueiro Otávio no lugar do armador Rodriguinho.

Aos 29, Millagres trocou o atacante Léo por Alessandro, que voltava após lesão. Com um jogador a menos, o time americano começou a ter dificuldades em chegar ao ataque, porém, se mantinha firme na defesa. Aos 39, o técnico Millagres fez a última substituição trocando Glauber por Fabrício, que também voltava de contusão.

No final do jogo, o atacante Kempes destacou a postura do time frente ao líder do campeonato. “Temos que ressaltar o brio da equipe e temos que continuar dessa maneira, pois, desse jeito, temos como sair dessa situação. Temos que acreditar em nós, saímos triste pelo resultado, mas fomos um time aguerrido”.

FICHA DO JOGO

Corinthians 2 x1 América

Data: 03 de agosto de 2011, quarta-feira

Horário: 19h30

Local: Estádio Pacaembu, São Paulo

Árbitro: Antônio F. de Carvalho Schneider

Auxiliares: Rodrigo Henrique Correa, Luiz Muniz de Oliveira

Cartões amarelos: Danilo – Corinthians; Kempes, Micão, Willian Rocha, Léo, Glauber – América;

Cartão vermelho: Gilson – América

Gols: Jorge Henrique (30” – 1° tempo), Paulinho (21’ – 2° tempo) – (Corinthians); Kempes (14’ – 1° tempo) – (América)

Corinthians: Renan; Weldinho (Edenílson), Chicão, Leandro Castán, Fábio Santos, Ralf, Paulinho, Danilo,; Jorge Henrique, Willian (Alex) e Emerson (Elias). Técnico: Tite.

América: Neneca; Marcos Rocha, Micão, Willian Rocha, Gilson; Dudu, Glauber (Fabrício), Leandro Ferreira, Rodriguinho (Otávio); Léo (Alessandro) e Kempes . Técnico: Milagres.

 Texto: site oficial do América Mineiro

 

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.