04 ago 2011

Fla vence outra e já manda recado ao Timão



Eficiente, o Flamengo foi até Sete Lagoas (MG) e conseguiu uma importante vitória sobre o Cruzeiro nesta quarta-feira (03.08), por 1 a 0. Num jogo bem corrido, disputado e até em alguns momentos duro demais, o Rubro-negro fez valer o poder de seus talentosos jogadores para conquistar mais três pontos e continuar na segunda posição do Brasileirão, com 30 pontos.

Na primeira etapa, os dois times insistiam muito em fazer as jogadas pela parte central do campo. Sendo assim, poucas chances eram criadas. Apenas aos 17 minutos, num ataque cruzeirense, Diego Renan levou perigo ao gol de Felipe. Logo em seguida, Montillo tentou cruzar e quase acertou o gol.

Parecia que o Cruzeiro, que teve as primeiras chances, iria dominar o confronto, mas o Flamengo, como tem feito em todo o campeonato, se manteve tranquilo e, aos poucos, foi deixando o jogo do seu jeito. Aos 31, já com mais posse de bola que o adversário, o Rubro-negro assustou o goleiro Fábio numa falta cobrada pelo meia Renato.

Faltava ao Flamengo acertar o último passe. O gol parecia ser questão de tempo, já que o meio de campo rubro-negro rondava a área do Cruzeiro, e veio ainda no primeiro tempo. Pouco antes do árbitro apitar o final da etapa, Léo Moura puxou um belo contra-ataque. Travou, se livrou do marcador e tocou para Thiago Neves. O camisa 7 arrancou pela direita e encontrou Ronaldinho, que chegou na bola a frente de seu marcador e conseguiu, como só ele sabe fazer, encontrar Deivid entrando, cara a cara com o goleiro. O camisa 9 dominou e estufou a rede.

Veio o segundo tempo e o Cruzeiro partiu para cima do Flamengo, mas sem coordenação. E, no abafa desde o início, o time mineiro não conseguia levar perigo. Bem postado na marcação, a equipe rubro-negra saía sempre com perigo nos contra-ataques. Aos 15 minutos, Ronaldinho fez boa jogada e sofreu falta na entrada da área. Ele mesmo cobrou, mas em cima da barreira.

Depois, aos 25 minutos, foi a vez de Junior Cesar dar uma bela arrancada e chutar para defesa de Fábio. A partir dessa chance, o jogo continuou corrido, mas bem morno. O Cruzeiro tentava atacar, o Flamengo não deixava e, ao recuperar a bola, cadenciava o jogo.

Somente aos 41 minutos, Fierro, que havia entrado no lugar de Deivid, no segundo tempo, recebeu passe primoroso de Bottinelli e ficou cara a cara com Fábio. O meia chileno chutou bem, no canto direito, mas a bola bateu, caprichosamente, nas duas traves e não entrou.

Thiago Neves chegou a ter uma outra chance antes do término do confronto, mas acabou chutando para fora. Mais três pontos para o Flamengo, que enfrentará o Coritiba na próxima rodada da competição, no sábado (06.08), no Engenhão.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 0x1 FLAMENGO

Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)

Árbitro: Paulo César de Oliveira (SP)

Assistentes: Márcio Luiz Augusto e Ricardo Simon Manis (SP)

Cartões amarelos: CRU: Fabrício, Everton // FLA: Ronaldo Angelim, Aírton, Ronaldinho, Renato

Gol: Deivid, 46’/1ºT (0-1)

CRUZEIRO: Fábio; Diego Renan, Gil, Naldo e Gilberto; Fabrício, Marquinhos Paraná, Everton (Ortigoza, 21’/2ºT) e Montillo; Reis (Sebá, 21’/2ºT) e Wallyson. Técnico: Joel Santana.

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura (Jael, 46’/2ºT), David, Ronaldo Angelim e Junior Cesar; Aírton, Renato, Bottinelli (Muralha, 42’/2ºT) e Thiago Neves; Ronaldinho Gaúcho e Deivid (Fierro, 23’/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

 O passe para a vitória

Ronaldinho não deu show, mas deu passe para gol. Como de costume, o craque do Flamengo foi importante para o triunfo do time na noite desta quarta-feira (03.08) e atribuiu a boa fase ao trabalho de Luxemburgo. Mesmo com alguns desfalques e convivendo com o prazeroso feito de ser o único invicto do Brasileirão, o técnico rubro-negro vem conseguindo deixar a equipe arrumada e com os pés no chão.

Foi exatamente isso a que se referiu Ronaldinho, na saída do gramado, feliz por levar mais três pontos para o Rio de Janeiro.

“Estamos melhorando sempre, pouco a pouco. E é com os pés no chão que conseguimos resultados como o de hoje (quarta). Temos muito respeito por todos os nossos adversários. Esse é o caminho. Além disso, temos várias maneiras de jogar.

Contamos com um técnico muito bom, que treina diversas táticas. Isso nos ajuda demais”, elogiou Ronaldinho.

Sobre a invencibilidade rubro-negra na competição, a maior da história dos campeonatos brasileiros, na era dos pontos corridos, o craque esclarece que não existe pressão por mantê-la. Mas, sim, vontade de fazer isso.

“Espero que possamos continuar fazendo tudo certo para manter essa invencibilidade por mais e mais tempo”, finalizou.

O Flamengo retorna ao Rio de Janeiro nesta quinta-feira (04.08). Na sexta, os jogadores se reapresentam no centro de treinamento do clube, em Vargem Grande, às 15h30, e realizam o último treinamento antes do confronto de sábado (06.08), diante do Coritiba, no Engenhão.

 Luxa: “Aproveitamento para bater campeão”

“Não são três vitórias seguidas. Conquistamos sete vitórias e dois empates nas últimas nove rodadas. É aproveitamento para bater campeão”. Assim Luxemburgo definiu a fase que vive o Flamengo, comandado por ele. Contente por mais um bom resultado diante de uma grande equipe, o treinador rubro-negro quer mais.

Luxa destacou que o time entrou tranquilo em campo nesta quarta-feira (03.08). E isso só aconteceu pelo fato de ter vencido o Grêmio, em casa, no último final de semana.

“Temos que vencer nossos jogos em casa. Quando isso acontece, o time joga mais tranquilo fora de casa. Aqui, contra o Cruzeiro, até um empate era bom. Nos manteríamos ali, na frente, e impediríamos um adversário direto de avançar. Mas tivemos uma atuação de quem quer chegar. E ainda poderíamos ter matado o jogo. A aplicação do time foi fundamental”, analisou o técnico do Flamengo.

Ao falar sobre o adversário, Luxemburgo elogiou a qualidade do meia Montillo, mas também fez questão de ressaltar a eficiência da defesa rubro-negra ao anular o cérebro cruzeirense.

Tivemos o controle na maior parte do jogo. O time teve atenção com o Montillo. Conseguimos controlar bem isso. Quando o Airton tomou o amarelo, puxei o Renato ali, para cima dele. Como tem muita qualidade, ele tentou sair mais para as laterais, só que fechamos também”.

Sem querer pensar no futuro sem viver o presente, o treinador do Flamengo não faz planos para o final do campeonato. Só sabe que tem muita coisa para acontecer.

“Temos que caminhar. Ainda está muito longe do final do campeonato para dizer alguma coisa. Hoje o time está legal, não é? Mas há duas semanas era o time que só empatava. Futebol é assim. O Brasileirão é um campeonato muito complicado”, finalizou.

Textos: site oficial do Flamengo

Foto: site oficial/Vipcomm


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


18 set 2017
Emoção marca abertura da Semana Paralímpica em Juiz de Fora

18 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

16 set 2017
Diretoria do Tupi estuda manter preços promocionais para o jogo de volta

16 set 2017
Aílton cita título brasileiro de 96 pelo Grêmio, contra a Lusa, para animar jogadores

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.