14 ago 2011

Bola na trave não altera o placar



Com duas bolas na trave, um pênalti não marcado em cima de Neymar, o Santos FC perdeu para o Atlético-GO no Serra Dourada, em Goiania, por 2 a 0. Os gols saíram no segundo tempo. Com o resultado, o Alvinegro Praiano se mantém na décima quinta posição do Campeonato Brasileiro, com 15 pontos, antes do término da rodada.

 O Jogo

Sem Elano e o capitão Edu Dracena, o Santos começou a partida pressionando o Atlético-GO, criando a maioria das ações ofensivas do jogo. Devido às grandes dimensões do estádio Serra Dourada, os times deixavam espaços para os contra-atraques, mas sem perigo para os goleiros. E mesmo com muita velocidade, o jogo se manteve limpo. A primeira falta da partida foi marcada apenas com 25 minutos.

O Santos tinha mais posse de bola, e dominava o adversário. Aos 30 minutos, Neymar arrancou pela esquerda, driblou o zagueiro e foi derrubado na área. O juiz, Sandro Meira Ricci, deu cartão amarelo para o atacante por simulação.

Logo na sequência, a zaga do Dragão foi tentar sair jogando. Neymar se antecipou ao defensor, roubou a bola e encobriu o goleiro. A bola foi lentamente até o gol mas não ganhou a força necessária para chegar as redes. O zagueiro se recuperou e conseguiu afastar o gol em cima da linha.

Aos 42, Ganso tocou para Neymar, que rolou para Arouca na entrada da área. O volante mandou para o gol, mas o goleiro caiu no canto esquerdo para defender.

 Segundo tempo

O segundo tempo começou do mesmo jeito. O Santos tomava a iniciativa, mantinha a posse de bola enquanto o Dragão limitava-se a defender e tentar sair no contra-ataque.

Mas a primeira chance do segundo tempo foi do time da casa. Aos 13 minutos, Thiaguinho chutou de fora da área e Rafael espalmou. Tiago Feltri pegou a sobra, mas Rafael pegou de novo.

O técnico Muricy Ramalho mexeu no time. Henrique saiu para a entrada de Diogo. Com a mudança, Arouca recuou um pouco e Diogo ficou ao lado de Ganso na armação das jogadas.

Aos 18, Neymar arrancou pela esquerda e tocou para o meio. Ganso fez o corta-luz, e Diogo bateu de primeira. A bola passou por cima do gol.

Em lance pelo meio, Ganso avançou e tocou para Diogo na ponta direita. Ele cruzou rasteiro na direção de Neymar, mas o atacante chegou desequilibrado e mandou por cima do gol do Dragão.

Mas na resposta, aos 24 minutos, Anselmo recebeu dentro da área e tocou na saída do goleiro rafael para abrir o placar no Serra Dourada. 1×0 Atlético-GO.

Com a vantagem no placar, o time da casa cresceu e foi para cima do Peixe. Aos 34 minutos, após jogada pela esquerda, Diogo Campos ampliou o marcador. 2×0 Atlético-GO.

Muricy Ramalho mexeu no time novamente. Tirou Borges e Ganso e colocou Alan Kardec e Felipe Anderson.

O Peixe ainda mandou duas bolas na trave. Uma com Bruno Rodrigo, de cabeça, ap’ós curzamento pela esquerda, e outra com neymar, após cortar o zagueiro e bater de esquerda no cantinho.

Mas com o resultado favorável, a equipe da casa segurou o jogo e manteve o resultado até o final da partida.

 Texto: site oficial do Santos


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


19 set 2017
Com vídeo! Evaldo anula Éder, domina, toca para os companheiros e emenda: “Tupi tem totais condições de reverter”

18 set 2017
Emoção marca abertura da Semana Paralímpica em Juiz de Fora

18 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

16 set 2017
Diretoria do Tupi estuda manter preços promocionais para o jogo de volta

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.