10 jul 2011

Vitória sob a batuta de Rivaldo



Se o São Paulo fosse uma orquestra sinfônica, Rivaldo certamente seria o maestro. A apresentação não foi nos luxuosos e tradicionais teatros. Mas o camisa 10 transformou o Morumbi no palco do seu show. De volta ao time titular, o pentacampeão teve excelente atuação na vitória sobre o Cruzeiro por 2 a 1, na noite deste sábado.

Depois das três derrotas seguidas, o Tricolor precisava reagir no Brasileiro. O técnico interino Milton Cruz sabia que era preciso um jogador com o currículo e a história de Rivaldo em campo para comandar esta reação. Aposta certeira.

O camisa 10 participou efetivamente do primeiro gol marcado por Dagoberto. No segundo, ele deixou Marlos livre para marcar. O camisa 11, inclusive, foi o outro solista da noite. Destaque com um gol e uma assistência. Uma grande atuação de todo time, que volta a vencer em 2011.

Com 18 pontos, o São Paulo segue entre os líderes do Campeonato Brasileiro. São seis vitórias e três derrotas no torneio. Uma vitória convincente para o Tricolor espantar qualquer crise que estivesse rondando o clube. A torcida certamente ficou satisfeita.

 PRIMEIRO ATO

Nesta volta ao comando do São Paulo, Milton Cruz trouxe Rivaldo como principal novidade na equipe titular. Com o camisa 10 em campo, o Tricolor teve mais posse de bola e o pentacampeão mostrou sua habitual habilidade com a bola nos pés.

Muito firme na marcação, o São Paulo não deu espaços para o time mineiro criar, principalmente ao argentino Montillo. Com isso, o gol era questão de tempo. E ele veio, para coroar um bom primeiro tempo do time e também do meia Rivaldo.

Aos 20 minutos, o camisa 10 deixou Marlos em boa situação dentro da área. O são-paulino só teve o trabalho de tirar do goleiro Fábio e tocar para Dagoberto, que abriu o placar no Morumbi. Foi o 15° gol do atacante na temporada.

 SEGUNDO ATO

O São Paulo voltou a todo vapor do intervalo. Antes mesmo do primeiro minuto de jogo, Rivaldo avançou pelo meio do campo e tocou para Marlos. O camisa 11 soltou a bomba de direita e marcou o segundo gol são-paulino diante dos mineiros.

Com a boa vantagem no placar, o Tricolor administrou o jogo, mas ainda com mais posse de bola. Principalmente quando ela passava pelos pés de Rivaldo. Aos 23, Dagoberto tabelou com Juan e o lateral-esquerdo por muito pouco não ampliou o marcador.

Porém, o Cruzeiro é um time perigoso. Logo na sequência, aos 25, Wallyson descontou para os mineiros. Mas a reação paroou por aí. O dia era mesmo do São Paulo. Vitória que recoloca o time na briga pela liderança do Brasileiro.

 

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

14 nov 2017
Goleiro-artilheiro Edson tem domingo único e Passo da Pátria é campeão da zona rural da Copa Prefeitura Bahamas

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.