10 jul 2011

“Quadra” completa no Fla-Flu: a versão rubro-negra



Quatro vitórias seguidas no Brasileirão era uma sequencia que o Flamengo não conseguia desde 2007. Mas conseguiu. Com um gol de Willians, o Rubro-negro venceu o clássico diante do Fluminense neste domingo (10.07), e continuou na luta pela liderança da competição, com 19 pontos, na segunda colocação.

O próximo compromisso rubro-negro será no domingo (17.07), às 16h, diante do Palmeiras, no Pacaembu. Até lá, Vanderlei Luxemburgo terá toda a semana para preparar o time.

No primeiro tempo, o Flamengo começou um pouco mais desligado que o Fluminense. Sendo assim, as primeiras chances reais de gols foram tricolores, mas nenhuma foi convertida. Logo aos dois minutos, Ciro partiu para cima de Angelim e levou perigo ao gol de Felipe. Em seguida, aos nove, Souza lançou novamente Ciro, que conseguiu chutar em gol, mas o arqueiro rubro-negro apareceu novamente.

Cinco minutos depois, Ciro novamente apareceu. Cara a cara com Felipe, o jovem atacante do Fluminense perdeu o tempo da bola e facilitou para o goleiro do Flamengo, que permanecia sem agredir o adversário com ímpeto. Tal falta de agressividade, deixava o Flu cada vez mais perto de abrir o marcador e foi o que quase aconteceu numa cabeçada de Rafael Moura, aos 24 minutos. Felipe estava bem na bola, que acertou a trave.

Por mais que não tivesse tantas chances de gol, o Flamengo já tinha equilibrado o confronto e mostrou sua força nos minutos finais. Aos 39, Ronaldinho, após uma boa trama do ataque rubro-negro, encontrou Léo Moura sozinho, na área. O lateral dominou bonito e centrou para a pequena área, mas a bola foi afastada pela zaga tricolor.

Logo em seguida, Deivid levou perigo ao gol do Fluminense ao completar um cruzamento com um peixinho e, na jogada seguinte, o gol acabou aparecendo. Uma nova trama do ataque rubro-negro culminou com um cruzamento de Thiago Neves. Willians, que não tem costume de deixar sua marca, o fez. E ainda de cabeça: 1 a 0 Flamengo.

Veio o segundo tempo e a partida ficou ainda mais truncada. O Fluminense, atrás no marcador, tentou buscar de qualquer jeito o empate, mas não conseguia superar a defesa do Flamengo, que só perdeu um confronto no ano. No início da etapa final, duas chances de falta para o Tricolor até chegaram a preocupar Felipe, assim como uma cabeçada de Rafael Moura, que obrigou o arqueiro do Fla a fazer uma grande defesa.

No entanto, com a entrada de Negueba no lugar de Deivid, o Flamengo respondeu. A jovem promessa rubro-negra rabiscou Diguinho na ponta direita, invadiu a área e cruzou para Ronaldinho. O camisa 10 do Flamengo não conseguiu chegar na frente dos zagueiros para completar.

O Tricolor passou a jogar com quatro atacantes e pressionava a defesa do Flamengo. Numa bola perdida na saída de bola, o Flamengo quase levou o gol de empate, mas Rodriguinho chutou para fora, aos 33 minutos.

Nos minutos finais, Luxemburgo sacou Ronaldinho e Thiago Neves, exaustos, para a entrada de Bottinelli e Diego Maurício. E no primeiro lance do meia argentino o Flamengo quase ampliou. “El Pollo” recuperou uma bola na entrada da área tricolor e sofreu falta. Ele mesmo cobrou e a bola saiu raspando a trave direita do goleiro do Flu.

E o confronto acabou mesmo 1 a 0. Agora, o Flamengo folgará nesta segunda-feira (11.07) e voltará a trabalhar, no centro de treinamento do clube, em Vargem Grande, na terça (12.07).

FLUMINENSE X FLAMENGO

Data: Domingo, 10 de junho de 2011

Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (Rio de Janeiro)

Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (Fifa/RJ) e Rodrigo F. Henrique Correa (RJ)

Cartões amarelos: Carlinhos (FLU); Aírton (FLA)

Gols: Willians, aos 45’/ 1ºT (FLA)

FLUMINENSE: Cavalieri; Diogo (Matheus Carvalho, aos 32’/ 2ºT), Gum, Márcio Rosário e Carlinhos; Edinho, Diguinho (Fernando Bob, aos 29’/ 2ºT), Souza e Marquinho (Rodriguinho, aos 22’/ 2ºT); Ciro e Rafael Moura. TÉC: Abel Braga.

FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Welinton, Angelim, Junior Cesar; Aírton, Willians, Renato, Thiago Neves (Diego Maurício, aos 37’/ 2ºT), Ronaldinho (Bottinelli, aos 37’/ 2ºT); Deivid (Neguebam, aos 17’/ 2ºT). TÉC: Vanderlei Luxemburgo.

 Texto: site oficial do Flamengo


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.