10 jul 2011

Os 2 a 0, na versão americana



Ainda não foi desta vez que o América conseguiu sua reabilitação no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, em um jogo que teve boas chances só no segundo tempo, o Coelho perdeu o clássico para Atlético por 2 a 0, na Arena do Jacaré, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O técnico Mauro Fernandes fez apenas uma modificação em relação ao time que empatou em 1 a 1 com o Palmeiras, com o volante Dudu entrando no lugar de Leandro Ferreira.

O jogo começou acelerado, com as duas equipes buscando o ataque, sendo que o América chegava mais pelo esquerdo nas arrancadas do lateral Gilson. Apenas do goleiro fazer grandes defesas, o adversário abriu vantagem em um chute forte da direita, de fora da área, sem chances para o goleiro Flávio.

O América voltou a atacar com o lateral Gilson cruzando na cabeça de Fábio Júnior, mas cabeceou forte, mas nas costas de um zagueiro adversário. Aos 12, Alessandro saiu em velocidade quando o volante Richarlysson entrou de “carrinho”, por trás, cometendo falta violenta, mas o árbitro limitou-se a aplicar o cartão amarelo no atleticano.

Aos 22 minutos, o técnico Mauro Fernandes foi obrigado a fazer a primeira alteração. O armador Fabrício, com dores na região lombar, depois de uma dividida com o adversário, deixou o campo para a entrada do armador Luciano, que volgava de contusão.

O time americano chegou com perigo aos 29 minutos, pela esquerda, com o armador Luciano. Ele cruzou na cabeça do artilheiro Alessandro, que mandou por cima do gol.

Aos 42, o atacante Alessandro cortou para o meio e chutou colocando no, ângulo, obrigando ao goleiro Giovanni a fazer grande defesa para desviar a bola para escanteio.

O time americano ainda chegou aos 45 minutos com Rodriguinho, que chutou de fora da área, mas por cima do gol atleticano.

 SEGUNDO TEMPO

Na volta do intervalo, o time americano veio sem alterações e tentando chegar ao ataque pela direita, com trocas de passes entre Luciano e Sheslon. A grande chance de empate surgiu aos 11 minutos com Fábio Júnior, que recuperou uma bola da zaga e chutou firme para o gol. O goleiro Giovanni soltou a bola, que acabou voltando para Sheslon. Ele entrou na grande área e chutou cruzado, para mais uma vez o goleiro atleticano, que evitou o empate.

Aos 15, Luciano sofreu falta a um palmo da grande área, pelo lado esquerdo, e na cobrança o volante Amaral cruzou na cabeça do zagueiro Anderson, que mandou por cima do gol. O Atlético chegava apenas nos contra-ataques que eram bem anulados pela defesa americana.

Aos 24 minutos, o técnico Mauro Fernandes mudou o sistema de jogo colocando o atacante Kempes no lugar do meia Rodrigunho, passando a usar três atacantes.

Mas alguns minutos depois, em contra-ataque, Neto Berela recebeu livre na área americana e completou para o gol. América 0 x 2 Atlético.

O técnico Mauro Fernandes, um minuto depois, fez a sua terceira substituição trocando o atacante Fábio Júnior pelo armador Netinho. O América lutou para chegar pelo menos ao empate, mas o Atlético se fechou atrás dificultando as investidas americana.

No final da partida, o armador Rodriguinho lamentou mais um resultado negativo. “Demos espaços para eles e, nos contra-ataques, eles marcaram o segundo gol. Agora é levantar a cabeça, porque já temos outro adversário difícil na sequencia”, diz o meia.

 ATLÉTICO 2 x 0 AMÉRICA

Data: 10 de junho de 2011

Horário: 18h30

Local: Arena do Jacaré, Sete Lagoas

Público: 7.379 pagantes

Renda: R$ 68.870,00

Árbitro: Antônio F. de Carvalho Schneider

Auxiliares: Luiz Oliveira e Wendel Gouvêa

Cartão amarelo: Amaral, Dudu, Sheslon, Gilson(América), Guilherme Richarlysson, Jônatas Obina. Daniel Carvalho, Caio(Atlético)

Gols: Jônatas Obina (33’ – 1° Tempo) , Neto Berola (24’ – 2° Tempo) – (Atlético)

AMÉRICA

Flávio; Sheslon , Anderson, Gabriel, Gilson ; Dudu, Amaral, Fabrício (Luciano), Rodriguinho; Alessandro e Fábio Júnior (Netinho). Técnico: Mauro Fernandes.

ATLÉTICO

Giovanni, Patric, Leonardo Silva, Réver, Guilherme Santos; Serginho, Richarlysson, Daniel Carvalho (Gilberto), Caio; Magno Alves (Neto Berola), Jônatas Obina. Técnico: Dorival Júnior

Texto: site oficial do América Mineiro


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.