21 jul 2011

Empate em casa e quarto lugar



Em busca de se aproximar da ponta da tabela, o Palmeiras enfrentou na noite desta quarta-feira (20) o Flamengo, em partida válida pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em um jogo centenário, o Palmeiras acumula 5 vitórias a mais no confronto com o time carioca. O último jogo foi em setembro do ano passado, também pelo Brasileiro, onde o Verdão venceu o time carioca por 3 a 1, com dois gols de Kleber e um de Lincoln.

A novidade ficou por conta da volta do atacante Kleber, que não atuava pelo Palmeiras desde a partida contra o Ceará. O técnico Luiz Felipe Scolari também pode contar com o retorno de Thiago Heleno, que não jogou o clássico contra o Santos, pois cumpriu suspensão automática.

O jogo, que começou bem disputado no meio de campo e se manteve equilibrado, terminou com o mesmo placar inicial: 0 a 0. Com o empate, o Verdão permanece na 4ª colocação e enfrenta o Fluminense no próximo domingo (24), às 16h.

Equilíbrio. Esta foi a palavra que definiu o jogo durante toda a primeira etapa. Com troca de passes e o jogo muito truncado no meio de campo, as duas equipes criaram poucas chances de abrir o placar no Pacaembu. A primeira oportunidade do Verdão saiu dos pés de Luan, aos 8min, após chutar forte para o gol e a bola passar no canto esquerdo do goleiro Felipe.

Aos 19min, lance polêmico a favor do Palmeiras. Kleber recebeu passe em boas condições, dominou e, quando ficou frente a frente com o goleiro, foi deslocado dentro da área. Pênalti claro, mas o árbitro Leandro Vuaden não marcou.

Quando o relógio já marcava mais da metade do primeiro tempo, o Flamengo começou a demonstrar sinais de cansaço e já não pressionava tanto o Palmeiras como no início. Já o Verdão, quanto mais o tempo passava, mais a vontade crescia de abrir o marcador.

Aos 30min, duas belas chances. Uma saiu na tabelinha entre a nova dupla de ataque, Maikon Leite e Kleber. No cruzamento do camisa 7, a bola foi desviada e por muito pouco não entrou. Na cobrança de escanteio, Marcos Assunção quase marcou um gol olímpico e animou a torcida palestrina.

No minuto seguinte, Kleber sofreu falta dura de Ronaldo Angelim, que tomou o primeiro cartão amarelo da partida. Thiago Heleno foi para a cobrança e ludibriou a torcida após uma bomba passar raspando pela rede do lado de fora.

No final do primeiro tempo, ainda deu tempo do Luan tomar o primeiro cartão amarelo do Palmeiras e de Maikon Leite receber um bom passe na área, mas que acabou finalizando errado.

Na volta dos jogadores para o segundo tempo, tanto o Palmeiras quanto o Flamengo retornaram sem alterações. Mas a equipe do Verdão começou buscando mais jogadas e chegando com mais perigo ao gol adversário.

Apesar do Verdão chegar bastante ao campo ofensivo, o jogo permaneceu morno durante quase todo o segundo tempo. Kleber demonstrou muita vontade em toda a partida, buscando e chamando o jogo, além de deixar os jogadores em ótimas condições. Aos 19min, Felipão mexeu no time pela primeira vez colocando Tinga no lugar de Patrik.

O Palmeiras dominou o segundo tempo e ficou a maior parte dele com a bola nos pés, mas faltou chute a gol e houve poucas chances de bola área. Aos 32min, o jovem Maikon Leite cedeu seu lugar para Dinei.

Nos minutos finais, o Verdão voltou a levar perigo ao goleiro Felipe com Marcos Assunção de bola parada e com Luan, em chute de fora da área. Aos 45min, Kleber também tentou abrir o placar, mas a bola saiu pelo canto direito do goleiro, desperdiçando o último lance do Verdão no jogo.

Com o empate em 0x0, o Palmeiras vai a 20 pontos e permanece na 4ª posição da tabela. O próximo confronto do Verdão será dia 24, às 16h, contra o Fluminense em partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 0 X 0 FLAMENGO

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data: 20 de julho de 2011, quarta-feira

Horário: 21h50 (de Brasília)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)

Assistentes: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Kleber Gil (SC)

Cartões amarelos: Gabriel Silva e Luan (Palmeiras); Ronaldo Angelim, Thiago Neves e Ronaldinho Gaúcho (Flamengo)

PALMEIRAS: Marcos; Cicinho, Maurício Ramos, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Patrik (Tinga) e Luan; Maikon Leite (Dinei) e Kleber. Técnico: Luiz Felipe Scolari

FLAMENGO: Felipe; Leonardo Moura, Welinton, Ronaldo Angelim e Junior Cesar; Aírton, Willians (Bottinelli), Renato Abreu e Thiago Neves (David Braz); Ronaldinho Gaúcho e Deivid (Diego Maurício). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

 Marcos Assunção elogia equipe

O Palmeiras não saiu do zero com o Flamengo no jogo desta quarta-feira (20) no Pacaembu. Porém, segundo Marcos Assunção, o time alviverde fez uma boa apresentação. “Tivemos mais ocasiões que eles, mas infelizmente não fizemos o gol. O time se portou bem diante do Flamengo”, disse.

Assunção destacou a forte marcação no jogo e as semelhanças nas táticas das equipes. “São duas grandes equipes com muita marcação. O meio de campo de ambos os times sabia que teria que marcar muito”.

“O Flamengo tem muitos jogadores de qualidade. Nós fizemos de tudo para tentar anular a técnica, o toque de bola e a velocidade deles. Clássico com duas grandes equipes é assim. Quem fizer o primeiro gol ganha, mas nem eles nem nós fizemos”, finalizou.

O atacante Maikon Leite também falou sobre a dedicação do time palmeirense. “A gente procurou a vitória, mas jogamos com uma boa equipe. Não era o que a gente esperava, mas está bom. Não perdemos. É jogo de equipes que estão brigando por título”.

 Texto: site oficial do Palmeiras


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.