24 jul 2011

Dominou, perdeu chances, mas…



O Botafogo dominou a maior parte do primeiro tempo, pressionou e criou as melhores chances na etapa inicial, mas não foi o suficiente para obter o resultado positivo. O time perdeu por 2 a 1 para o Atlético-PR, que foi eficiente nas conclusões, neste sábado, na Arena da Baixada. Alex fez o gol alvinegro. O próximo adversário é o Avaí, quarta-feira, no Stadium Rio. Suspensos, Antônio Carlos e Marcelo Mattos não poderão atuar.

Sem Lucas Zen, lesionado, e Herrera, suspenso, Caio Júnior optou por colocar Léo no meio e Alexandre Oliveira na frente, entrando com três volantes. Apesar dos outros desfalques (Loco Abreu, Cortês, Everton e Cidinho), o time teve o controle das ações na etapa inicial.

Com jogadores técnicos, o Botafogo teve a posse de bola na maior parte do tempo. Entretanto, apesar dos toques e da movimentação, faltava ser mais incisivo no ataque para criar reais chances de gol. Na gíria do futebol, faltou caprichar no último passe.

O Atlético-PR, que começou o jogo apenas assistindo ao domínio alvinegro, aos poucos passou a se arriscar mais. E conseguiu seu gol aos 39, quando Kleberson cruzou, Morro Garcia dominou e finalizou no canto. O centrovante teve ainda outra chance pouco depois e acertou o travessão.

No segundo tempo, o Botafogo, além de jogar melhor, pressionou e criou diversas chances. Aos 5 minutos, Marcelo Mattos roubou a bola e bateu forte, por cima. Aos 10, Maicosuel cruzou, Alexandre Oliveira cabeceou no canto e o goleiro jogou para escanteio.

Na sequência, faltou sorte ao Botafogo para empatar. No primeiro, Antônio Carlos cabeceou rente à trave direita. Na segunda, Elkeson cruzou e Alexandre Oliveira, de cabeça, mandou na trave. Na sobra, Alessandro ainda bateu de perna esquerda, muito perto do gol. Já aos 26, Elkeson, bem pela ponta direita, finalizou cruzado e ninguém chegou para desviar.

Apareceu, então, mais uma máxima do futebol: quem não faz leva. Como não conseguiu o empate, o Botafogo foi castigado com mais um gol de Morro Garcia. O atacante aproveitou cruzamento de Marcinho e cabeceou para a rede, aos 28.

O time alvinegro não desistiu e manteve a pressão. Alessandro, aos 34, obrigou boa defesa de Renan Rocha. Antônio Carlos cabeceou uma bola com perigo, por cima. E Alex, em bela jogada individual, diminuiu, aos 43. Entretanto, não deu tempo para empatar, apenas para Marcelo Mattos ser expulso injustamente.

BOTAFOGO: Jefferson, Alessandro, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Marcio Azevedo (Felipe Menezes); Marcelo Mattos, Léo (Somália), Renato, Maicosuel e Elkeson; Alexandre Oliveira (Alex). Técnico: Caio Júnior.

 Texto: site oficial do Botafogo

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.