07 jul 2011

A bela virada dos volantes



O Timão derrotou o Vascopor 2 a 1 nesta quarta-feira (06) numa noite em que as estrelas do elenco foram os volantes. Depois de sair atrás no placar, Ralf e Paulinho marcaram os gols do Alvinegro, os dois no primeiro tempo. Com a vitória no Pacaembu, o Corinthians continua invicto no Campeonato Brasileiro, com seis vitórias e um empate, somando 19 pontos na competição. A equipe do Parque São Jorge, mesmo com um jogo a menos, ocupa a liderança isolada do torneio, com 90% de aproveitamento. Além disso, o Timão possui a melhor defesa do campeonato e o melhor saldo de gols. Foram 15 bolas na rede e apenas quatro tentos sofridos.

No segundo minuto de jogo, o time adversário abriu o placar. Juninho Pernambucano cobrou falta de fora da área e Júlio César foi enganado pelo quique da bola. Aos 5 min, o Timão teve uma boa chance de empate. Paulinho arriscou de fora da área e mandou uma bomba. Fernando Prass não conseguiu encaixar, mas se recuperou rápido e não deu chances para Liédson pegar o rebote.

Apesar do gol logo de cara, o Corinthians era quem jogava melhor na partida e, aos 10 min, teve duas chances incríveis. Ralf roubou bola no ataque, driblou o defensor na entrada da área e mandou colocado. O goleiro carioca se esticou para evitar o empate paulista. No lance seguinte, Jorge Henrique recebeu passe no alto e emendou de primeira, num belo chute. A bola foi para fora, passando perto da trave esquerda de Fernando Prass.

O Alvinegro continuava pressionando. Willian e Danilo fizeram uma ótima triangulação aos 15 min e o atacante recebeu na pequena área para finalizar. Porém, na hora do chute, o zagueiro vascaíno conseguiu interceptar. O atacante teve outra ótima chance aos 21 min. Jorge Henrique cruzou na medida para Willian, que subiu mais que o marcador e cabeceou no alto. Fenando Prass fez milagre e mandou para escanteio. O goleiro, contudo, não conseguiu fazer milagre de novo. Na cobrança de escanteio, houve confusão na área e a defesa do Vasco afastou. A bola sobrou no alto da entrada da área para Ralf, que chutou rasteiro de primeira e empatou para o Timão, que dominava completamente a partida.

O Corinthians ficava praticamente o tempo todo no ataque, mas se via prejudicado em alguns momentos, quando o árbitro não marcava faltas e invertia lances. Mesmo assim, a equipe do Parque São Jorge quase virou o marcador aos 36 min. Liédson pegou sobra da defesa no canto direito da área e mandou de primeira. Fernando Prass defendeu com reflexo e evitou o segundo do Timão.

O Vasco só chegou novamente com perigo aos 39 min. O lateral Fagner fez boa jogada pela direita e chutou rasteiro. A bola passou rente à trave de Júlio César. Mas o Coringão não deixou o adversário se empolgar com o lance. Aos 41 min, Paulinho recebeu na entrada da área, fintou o marcador vascaíno e chutou rasteiro no cantinho direito de Fernando Prass para marcar o golaço. Virada no Pacaembu para e explosão da torcida: 2 a 1. No último minuto do tempo regulamentar, Juninho Pernambucano cobrou falta no ângulo e Júlio César foi buscar, se redimindo do lance do gol carioca. O primeiro tempo terminou com a vitória parcial do Timão.

O Alvinegro voltou para a segunda etapa sem alterações. Diferente dos primeiros 45 min, a equipe do Parque São Jorge não chegava com tanto perigo ao ataque, assim como o adversário. O jogo era equilibrado, com bastante movimentação, mas nenhuma finalização. Fábio Santos levou cartão amarelo aos 13 min após falta na defesa. A primeira boa chance da etapa final foi do Vasco, aos 14 min. Juninho Pernambucano cobrou falta na área e Alecsandro desviou de cabeça. A bola tirou tinta da trave de Júlio César. O Timão chegou bem no minuto seguinte. Também em cobrança de falta, Willian levantou na área e Danilo tocou de cabeça para fora.

Tite fez sua primeira substituição aos 19 min. Willian saiu para a entrada de Emerson. Cinco minutos depois, foi a vez de Alex entrar no lugar de Danilo. Logo na sua primeira jogada, o meia arriscou de fora da área com veneno e obrigou Fernando Prass a mandar para escanteio. Aos 27 min, Welder recebeu na direita, driblou o defensor vascaíno e cruzou. A bola passou por todo mundo e assustou o goleiro carioca, que espalmou, evitando o terceiro do Corinthians.

Alex realizou outro bom lance aos 30 min. Em cobrança de falta, o meia mandou colocado no canto direito de Fernando Prass, que estava bem posicionado e encaixou. O Alvinegro era melhor na partida e se mantinha no ataque a maior parte do tempo. Jorge Henrique pegou rebote de escanteio aos 33 min e arriscou colocado. A bola passou por cima da trave adversária.

Nos dez minutos finais da partida, o Vasco passou a chegar mais ao ataque. O time carioca tentava sempre cruzamentos na área, mas nenhum lance ameaçava muito o gol corinthiano. Aos 43 min, Tite fez sua última alteração. Jorge Henrique deixou o gramado para a entrada de Edenílson. Um minuto depois, Bernardo cobrou falta, a bola passou por todo mundo e carimbou a trave de Júlio César. Sorte de líder! O árbitro deu três minutos de acréscimo, mas o Timão conseguiu segurar a vitória por 2 a 1.

O próximo confronto do Timão será no domingo (10) contra o Atlético Goianiense. A partida está marcada para às 16h e será realizada no Serra Dourada, em Goiânia.

 Texto: site oficial do Corinthians


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 jan 2018
Clínica com Zico no Maracanã une diferentes gerações em torno do sonho do futebol. Veja fotos

22 jan 2018
Tem de 10 a 16 anos e que jogar futebol? É levar a chuteira e conferir a agenda da semana na Faefid-UFJF

21 jan 2018
Virose no Carijó? Dirigente admite possibilidade, mas não quer usar como desculpa

19 jan 2018
Futebol do Baeta apresenta Comissão Técnica para Módulo 2 e admite que está atrasado

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse