07 jul 2011

A bela virada dos volantes



O Timão derrotou o Vascopor 2 a 1 nesta quarta-feira (06) numa noite em que as estrelas do elenco foram os volantes. Depois de sair atrás no placar, Ralf e Paulinho marcaram os gols do Alvinegro, os dois no primeiro tempo. Com a vitória no Pacaembu, o Corinthians continua invicto no Campeonato Brasileiro, com seis vitórias e um empate, somando 19 pontos na competição. A equipe do Parque São Jorge, mesmo com um jogo a menos, ocupa a liderança isolada do torneio, com 90% de aproveitamento. Além disso, o Timão possui a melhor defesa do campeonato e o melhor saldo de gols. Foram 15 bolas na rede e apenas quatro tentos sofridos.

No segundo minuto de jogo, o time adversário abriu o placar. Juninho Pernambucano cobrou falta de fora da área e Júlio César foi enganado pelo quique da bola. Aos 5 min, o Timão teve uma boa chance de empate. Paulinho arriscou de fora da área e mandou uma bomba. Fernando Prass não conseguiu encaixar, mas se recuperou rápido e não deu chances para Liédson pegar o rebote.

Apesar do gol logo de cara, o Corinthians era quem jogava melhor na partida e, aos 10 min, teve duas chances incríveis. Ralf roubou bola no ataque, driblou o defensor na entrada da área e mandou colocado. O goleiro carioca se esticou para evitar o empate paulista. No lance seguinte, Jorge Henrique recebeu passe no alto e emendou de primeira, num belo chute. A bola foi para fora, passando perto da trave esquerda de Fernando Prass.

O Alvinegro continuava pressionando. Willian e Danilo fizeram uma ótima triangulação aos 15 min e o atacante recebeu na pequena área para finalizar. Porém, na hora do chute, o zagueiro vascaíno conseguiu interceptar. O atacante teve outra ótima chance aos 21 min. Jorge Henrique cruzou na medida para Willian, que subiu mais que o marcador e cabeceou no alto. Fenando Prass fez milagre e mandou para escanteio. O goleiro, contudo, não conseguiu fazer milagre de novo. Na cobrança de escanteio, houve confusão na área e a defesa do Vasco afastou. A bola sobrou no alto da entrada da área para Ralf, que chutou rasteiro de primeira e empatou para o Timão, que dominava completamente a partida.

O Corinthians ficava praticamente o tempo todo no ataque, mas se via prejudicado em alguns momentos, quando o árbitro não marcava faltas e invertia lances. Mesmo assim, a equipe do Parque São Jorge quase virou o marcador aos 36 min. Liédson pegou sobra da defesa no canto direito da área e mandou de primeira. Fernando Prass defendeu com reflexo e evitou o segundo do Timão.

O Vasco só chegou novamente com perigo aos 39 min. O lateral Fagner fez boa jogada pela direita e chutou rasteiro. A bola passou rente à trave de Júlio César. Mas o Coringão não deixou o adversário se empolgar com o lance. Aos 41 min, Paulinho recebeu na entrada da área, fintou o marcador vascaíno e chutou rasteiro no cantinho direito de Fernando Prass para marcar o golaço. Virada no Pacaembu para e explosão da torcida: 2 a 1. No último minuto do tempo regulamentar, Juninho Pernambucano cobrou falta no ângulo e Júlio César foi buscar, se redimindo do lance do gol carioca. O primeiro tempo terminou com a vitória parcial do Timão.

O Alvinegro voltou para a segunda etapa sem alterações. Diferente dos primeiros 45 min, a equipe do Parque São Jorge não chegava com tanto perigo ao ataque, assim como o adversário. O jogo era equilibrado, com bastante movimentação, mas nenhuma finalização. Fábio Santos levou cartão amarelo aos 13 min após falta na defesa. A primeira boa chance da etapa final foi do Vasco, aos 14 min. Juninho Pernambucano cobrou falta na área e Alecsandro desviou de cabeça. A bola tirou tinta da trave de Júlio César. O Timão chegou bem no minuto seguinte. Também em cobrança de falta, Willian levantou na área e Danilo tocou de cabeça para fora.

Tite fez sua primeira substituição aos 19 min. Willian saiu para a entrada de Emerson. Cinco minutos depois, foi a vez de Alex entrar no lugar de Danilo. Logo na sua primeira jogada, o meia arriscou de fora da área com veneno e obrigou Fernando Prass a mandar para escanteio. Aos 27 min, Welder recebeu na direita, driblou o defensor vascaíno e cruzou. A bola passou por todo mundo e assustou o goleiro carioca, que espalmou, evitando o terceiro do Corinthians.

Alex realizou outro bom lance aos 30 min. Em cobrança de falta, o meia mandou colocado no canto direito de Fernando Prass, que estava bem posicionado e encaixou. O Alvinegro era melhor na partida e se mantinha no ataque a maior parte do tempo. Jorge Henrique pegou rebote de escanteio aos 33 min e arriscou colocado. A bola passou por cima da trave adversária.

Nos dez minutos finais da partida, o Vasco passou a chegar mais ao ataque. O time carioca tentava sempre cruzamentos na área, mas nenhum lance ameaçava muito o gol corinthiano. Aos 43 min, Tite fez sua última alteração. Jorge Henrique deixou o gramado para a entrada de Edenílson. Um minuto depois, Bernardo cobrou falta, a bola passou por todo mundo e carimbou a trave de Júlio César. Sorte de líder! O árbitro deu três minutos de acréscimo, mas o Timão conseguiu segurar a vitória por 2 a 1.

O próximo confronto do Timão será no domingo (10) contra o Atlético Goianiense. A partida está marcada para às 16h e será realizada no Serra Dourada, em Goiânia.

 Texto: site oficial do Corinthians


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.