20 jun 2011

O melhor início dos pontos corridos



Um início histórico. Um bom momento coroado com excelente atuação de Rogério Ceni – que defendeu um pênalti – e um golaço de Lucas. Azar do Ceará. Na tarde deste domingo, o São Paulo bateu os cearenses por 2 a 0 e se manteve 100% no Campeonato Brasileiro. Marlos também deixou sua marca.

É o melhor início de um clube na história dos pontos corridos. Desde 2003, nenhuma equipe conseguiu cinco vitórias nas primeiras rodadas. O recorde até então pertencia ao Fluminense (2005) e Internacional (2009), que venceram as quatro primeiras. Agora, este recorde é tricolor.

Mais uma vez, uma atuação segura do Tricolor. Nem mesmo o pênalti cometido por Xandão, quando ainda estava 0 a 0, tirou o São Paulo do sério. Com um futebol eficiente e certeiro, os paulistas, no ritmo do “Bonde dos Moleques Zicas” (brincadeira criada pelos mais jovens do elenco), segue soberano no Brasileiro. São 15 pontos em cinco partidas.

CENI SALVA E MARLOS MARCA

O São Paulo iniciou a partida acuado, com o Ceará tendo a maior posse de bola. Lá na frente, Lucas, Marlos e Henrique tentavam encaixar uma jogada de velocidade para surpreender a zaga adversária. Aos 18 minutos, o Tricolor chegou pela primeira vez com perigo.

O lateral Jean cruzou pela direita e Casemiro, como um típico centroavante, cabeceou com força para o gol. No entanto, o goleiro Fernando Henrique estava bem posicionado e evitou o primeiro gol do São Paulo na partida. No lance seguinte, pênalti para o Ceará.

Aos 19, foi a vez de Rogério Ceni evitar que os anfitriões saíssem na frente do placar. O camisa 01 são-paulino defendeu a penalidade batida por Osvaldo. A defesa animou o Tricolor, que abriu o placar. Aos 35, em jogada individual, Marlos invadiu a área pela esquerda e não deu chances para Fernando Henrique.

GOLAÇO DE CRAQUE

No início da etapa final, o Ceará veio com tudo. Logo no primeiro minuto, Jean salvou a bola em cima da linha. No rebote, Rodrigo Souto travou Iarley e impediu o empate cearense. Aos cinco minutos, Carpegiani reforçou a zaga com Bruno Uvini no lugar de Marlos.

Rogério Ceni voltou a ser o destaque do Tricolor. Em três oportunidades, no mínimo, o goleiro salvou a equipe com excelentes defesas. Aos 17, Henrique, por muito pouco, não completou para o fundo do gol o cruzamento de Juan pela esquerda.

Se no gol o São Paulo tem Rogério, no ataque quem manda é Lucas. Aos 21 da etapa final, o camisa 7 aproveitou lançamento de Casemiro, driblou um zagueiro, tirou também o goleiro da jogada e tocou de esquerda para ampliar para o Tricolor. Golaço do garoto prodígio.

O lateral Jean ainda poderia ter aumentado a vantagem são-paulina, mas seu chute, aos 27, explodiu na trave. Quando o Ceará pensou que poderia marcar, não teve jeito. Rogério Ceni estava em tarde inspirada. Um ídolo que carrega este Bonde de garotos a passos largos no Brasileiro. No fim, Carlinhos e Rivaldo entraram nas vagas de Casemiro e Henrique, respectivamente.

FOLGA

O elenco são-paulino está de folga nesta segunda-feira. O grupo só voltará aos treinamentos na próxima terça-feira, às 15h30, no CT da Barra Funda. O técnico Paulo César Carpegiani terá a semana livre para armar sua equipe visando o clássico contra o Corinthians, domingo, no Pacaembu.

Texto: site oficial do São Paulo

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 jan 2018
Clínica com Zico no Maracanã une diferentes gerações em torno do sonho do futebol. Veja fotos

22 jan 2018
Tem de 10 a 16 anos e que jogar futebol? É levar a chuteira e conferir a agenda da semana na Faefid-UFJF

21 jan 2018
Virose no Carijó? Dirigente admite possibilidade, mas não quer usar como desculpa

19 jan 2018
Futebol do Baeta apresenta Comissão Técnica para Módulo 2 e admite que está atrasado

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse