20 jun 2011

O melhor início dos pontos corridos



Um início histórico. Um bom momento coroado com excelente atuação de Rogério Ceni – que defendeu um pênalti – e um golaço de Lucas. Azar do Ceará. Na tarde deste domingo, o São Paulo bateu os cearenses por 2 a 0 e se manteve 100% no Campeonato Brasileiro. Marlos também deixou sua marca.

É o melhor início de um clube na história dos pontos corridos. Desde 2003, nenhuma equipe conseguiu cinco vitórias nas primeiras rodadas. O recorde até então pertencia ao Fluminense (2005) e Internacional (2009), que venceram as quatro primeiras. Agora, este recorde é tricolor.

Mais uma vez, uma atuação segura do Tricolor. Nem mesmo o pênalti cometido por Xandão, quando ainda estava 0 a 0, tirou o São Paulo do sério. Com um futebol eficiente e certeiro, os paulistas, no ritmo do “Bonde dos Moleques Zicas” (brincadeira criada pelos mais jovens do elenco), segue soberano no Brasileiro. São 15 pontos em cinco partidas.

CENI SALVA E MARLOS MARCA

O São Paulo iniciou a partida acuado, com o Ceará tendo a maior posse de bola. Lá na frente, Lucas, Marlos e Henrique tentavam encaixar uma jogada de velocidade para surpreender a zaga adversária. Aos 18 minutos, o Tricolor chegou pela primeira vez com perigo.

O lateral Jean cruzou pela direita e Casemiro, como um típico centroavante, cabeceou com força para o gol. No entanto, o goleiro Fernando Henrique estava bem posicionado e evitou o primeiro gol do São Paulo na partida. No lance seguinte, pênalti para o Ceará.

Aos 19, foi a vez de Rogério Ceni evitar que os anfitriões saíssem na frente do placar. O camisa 01 são-paulino defendeu a penalidade batida por Osvaldo. A defesa animou o Tricolor, que abriu o placar. Aos 35, em jogada individual, Marlos invadiu a área pela esquerda e não deu chances para Fernando Henrique.

GOLAÇO DE CRAQUE

No início da etapa final, o Ceará veio com tudo. Logo no primeiro minuto, Jean salvou a bola em cima da linha. No rebote, Rodrigo Souto travou Iarley e impediu o empate cearense. Aos cinco minutos, Carpegiani reforçou a zaga com Bruno Uvini no lugar de Marlos.

Rogério Ceni voltou a ser o destaque do Tricolor. Em três oportunidades, no mínimo, o goleiro salvou a equipe com excelentes defesas. Aos 17, Henrique, por muito pouco, não completou para o fundo do gol o cruzamento de Juan pela esquerda.

Se no gol o São Paulo tem Rogério, no ataque quem manda é Lucas. Aos 21 da etapa final, o camisa 7 aproveitou lançamento de Casemiro, driblou um zagueiro, tirou também o goleiro da jogada e tocou de esquerda para ampliar para o Tricolor. Golaço do garoto prodígio.

O lateral Jean ainda poderia ter aumentado a vantagem são-paulina, mas seu chute, aos 27, explodiu na trave. Quando o Ceará pensou que poderia marcar, não teve jeito. Rogério Ceni estava em tarde inspirada. Um ídolo que carrega este Bonde de garotos a passos largos no Brasileiro. No fim, Carlinhos e Rivaldo entraram nas vagas de Casemiro e Henrique, respectivamente.

FOLGA

O elenco são-paulino está de folga nesta segunda-feira. O grupo só voltará aos treinamentos na próxima terça-feira, às 15h30, no CT da Barra Funda. O técnico Paulo César Carpegiani terá a semana livre para armar sua equipe visando o clássico contra o Corinthians, domingo, no Pacaembu.

Texto: site oficial do São Paulo

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.