20 jun 2011

Encheu a mão no Avaí: 5.0



Invencibilidade. Essa palavra veio junto com o time do Palmeiras para a partida contra o Avaí no estádio do Canindé. O histórico do Verdão no estádio da Portuguesa em 2011, até o confronto contra o time catarinense, era de cinco vitórias com dez gols marcados e nenhum sofrido.

Para o jogo contra o Avaí, o técnico Luiz Felipe Scolari não pode contar com Valdívia, que está com a seleção chilena para a disputa da Copa América, Gabriel Silva, que se recupera de lesão, e Danilo, que foi liberado para a Udinese, da Itália.

Por outro lado, Rivaldo retornou à equipe titular do Palmeiras. Além do lateral, Leandro Amaro, Lincoln e Wellington Paulista pintaram como novidades no time alviverde, que veio a campo no esquema 4-4-2. O último duelo entre as duas equipes foi no dia 7 de outubro de 2010, com vitória do Palmeiras por 4 a 1.

Completando 50 jogos pelo Verdão, Luan foi o grande nome do jogo e comandou a goleada do Palmeiras sobre o Avaí. Com um gol de Lincoln, dois de Luan e dois de Kleber, o Palmeiras teve ótima atuação e venceu o time catarinense por 5 a 0.

Mais ofensivo, com Lincoln, Luan, Kleber e Wellington Paulista, o Verdão veio a campo com uma formação ousada e buscava pressionar o time do Avaí. O Palmeiras começou melhor e usou o lado direito, com Cicinho, para atacar o time catarinense. Após os primeiros 12 minutos de jogo, os dois times se igualaram e a partida ficou muito equilibrada.

Aos 18min, a bola parada de Marcos Assunção se fez presente mais uma vez, e após cobrança de escanteio, o lateral George Lucas, do time catarinense, colocou a bola pra dentro do próprio gol e fez 1 a 0 Palmeiras. Porém, o árbitro Fabrício Neves Correa deu o gol para Lincoln.

E não parou por aí. Quatro minutos depois, Cicinho roubou a bola pelo lado direito e cruzou rasteiro para o meio da área do Avaí, encontrando Luan sozinho para fazer o segundo gol do Verdão. Esse foi o décimo gol do atacante com a camisa do Palmeiras. O time alviverde estava muito bem na partida, e aos 24 min, Marcos Assunção bateu falta e acertou o travessão do goleiro Aleks, fazendo com que a torcida alviverde se agitasse com a pressão que o Verdão impôs no confronto.

Após dez minutos arrasadores, o Palmeiras diminuiu o ritmo de jogo e viu o Avaí esboçando uma reação, mas que não foi efetiva. Aos 32min, Luan lançou o meia Lincoln e o camisa 99 perdeu o que seria o terceiro gol alviverde. Seis minutos mais tarde, mais uma cobrança de falta perigosa de Marcos Assunção assustou o goleiro do time catarinense.

O Palmeiras estava impecável, toda vez que atacava levava perigo. Tanto que aos 40min, Luan disparou pelo lado esquerdo e cruzou para o meio da área, a bola desviou no volante Marcinho Guerreiro, ex-Palmeiras, e passou pelo goleiro Aleks, 3 a 0 Verdão. Sem tempo para o torcedor palestrino se recompor da alegria do terceiro gol, Luan, em ótima jornada, tocou para Kleber, que disputou a bola com a zaga catarinense e fez um golaço, acertando o ângulo da meta do Avaí. Goleada alviverde no primeiro tempo, que acabou aos 45min.

O segundo tempo começou igual ao primeiro. Muito equilíbrio. O Palmeiras segurando um pouco mais, e o Avaí indo para o ‘tudo ou nada’. E por isso, aos 7min, Estrada, do time catarinense, acertou a trave do goleiro Marcos. Aos 9min, após disputa na área, Wellington Paulista recebeu o primeiro cartão amarelo do Palmeiras na partida.

Mas a tarde era mesmo de Luan. O meia disparou pelo lado esquerdo e cruzou na medida para Wellington Paulista, que se atrapalhou e não conseguiu concluir em gol. Essa foi a última grande chance do atacante, que aos 17min saiu para a entrada do volante Chico. A partir daí, o time alviverde tomou conta do jogo novamente e começou a administrar o resultado.

Aos 21min, o inspirado Luan arriscou um chute de fora da área e quase fez o quinto gol do Palmeiras. Três minutos depois, penalidade para o Verdão. Lincoln foi puxado pelo volante Acleisson e o juiz Fabrício Neves Correa não teve dúvidas. A torcida gritou o nome do goleiro Marcos para que ele cobrasse o pênalti, mas o arqueiro não quis, e Kleber pegou a bola para cobrar. O camisa 30 bateu com firmeza, não deu chance para o goleiro Aleks e fez o quinto gol alviverde.

O Palmeiras fazia uma das melhores partidas de 2011, e deixou a torcida entusiasmada. O jogo se manteve elétrico o tempo todo e qualquer desatenção faria o torcedor perder um grande lance. Aos 27min, Patrik assumiu a armação do Verdão no lugar de Lincoln. Um minuto depois, o lateral Cicinho fez jogada espetacular e quase fez o sexto gol da partida. No minuto seguinte, Kleber, que fez dois gols no jogo, saiu de campo para dar lugar ao atacante Dinei, sendo assim, a última alteração no Palmeiras.

Aos 31min, Luan recebeu cartão amarelo após impedir um ataque do Avaí. Deste minuto em diante, o jogo se manteve morno e foi assim até os 45min, quando o árbitro Fabrício Neves Correa pôs fim ao espetáculo. Foi uma bela apresentação do Palmeiras, que saiu aplaudido pelos milhares de torcedores presentes no estádio do Canindé. Com esse resultado, o Verdão assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro com 11 pontos.

O próximo jogo do Palmeiras será no dia 26 de junho contra o Ceará, às 16h, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS x AVAÍ

Local: Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)

Data: 19 de junho, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Fabrício Neves Correa (RS)

Renda: R$ 319.419,00

Público: 12.138 pessoas

Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa/RS) e Marcelo Barison (RS)

Cartões amarelos: Wellington Paulista e Luan (Palmeiras); Acleisson, Julinho e Bruno (Avaí);

Gols: PALMEIRAS: Lincoln, aos 18, Luan, aos 22 e 41, Kleber, aos 43 minutos do primeiro tempo e aos 26 da segunda etapa.

PALMEIRAS: Marcos; Cicinho, Thiago Heleno, Leandro Amaro e Rivaldo; Marcos Assunção, Márcio Araújo, Lincoln (Patrik) e Luan; Wellington Paulista (Chico) e Kleber (Dinei). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

AVAÍ: Aleks; George Lucas (Estrada), Cássio, Bruno e Julinho (Romano); Acleisson, Marcinho Guerreiro, Pedro Ken e Marquinhos Gabriel; William e Robinho (Fábio Santos). Técnico: Alexandre Gallo.

Texto: site oficial do Palmeiras


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


21 set 2017
Tupi pode ter até quatro desfalques. Aílton receita “guerrear e batalhar demais para conseguir o objetivo”

20 set 2017
Tupi fecha treino. Fortaleza em Sampa. Marcelo apita. Ingressos, gramado, reconhecimento, recepção. Veja o diário da decisão

20 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

19 set 2017
Com vídeo! Evaldo anula Éder, domina, toca para os companheiros e emenda: “Tupi tem totais condições de reverter”

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.