26 jun 2011

Cai a invencibilidade



Após 38 anos e com o Castelão em reformas visando à Copa do Mundo, o Palmeiras viajou até Fortaleza para enfrentar o Ceará, neste domingo (26), no estádio Presidente Vargas, em partida válida pela 6ª rodada do Brasileiro. O último confronto no estádio foi no Campeonato Brasileiro de 1973, onde o Verdão venceu por 2 a 0, com gols de Leivinha e Careca.

Considerado pelo técnico e pelos jogadores o confronto mais difícil até então no Campeonato Brasileiro e sem contar com Luan, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o Ceará quebrou a série invicta do Palmeiras e venceu por 2×0.

Para a partida, Wellington Paulista foi novamente escalado para formar a dupla de ataque com Kleber. No esquema 4-4-2, o Verdão foi montado para resolver o jogo na velocidade e partindo para o contra-ataque. O Palmeiras precisou de apenas dois minutos para armar a primeira boa jogada entre Rivaldo e W. Paulista, que cabeceou por cima do gol e assustou o goleiro Fernando Henrique.

Apesar do susto, o Ceará começou com maior passe de bola. Em cobrança de escanteio de Thiago Humberto, Washington subiu mais alto que a zaga palmeirense e fez o primeiro gol da partida, aos 7min.

Após o gol, os times se igualaram e a partida ficou mais equilibrada. O Palmeiras tentava jogadas mais pelo meio de campo, enquanto o Vozão abusava das laterais. Arriscando mais, o Verdão criava boas oportunidades com Kleber e Wellington Paulista.

O Palmeiras realizou a primeira substituição aos 32min. Patrik entrou no lugar de Cicinho, que reclamou de formigamento nos dois pés. Com a alteração, Márcio Araújo passou a atuar pela lateral direita. Nos minutos finais, W. Paulista tomou o primeiro cartão amarelo do jogo por reclamar de falta marcada pelo árbitro Heber Roberto Lopes.

Já nos acréscimos, o Ceará chegou pela direita com Boiadeiro, que cruzou na área e a zaga palmeirense não conseguiu afastar. Na sobra, Thiago Humberto chutou no canto esquerdo do Marcos, que não alcançou a bola, e ampliou o placar para os donos da casa.

Para o segundo tempo, Felipão escalou Adriano no lugar de Lincoln, enquanto o Ceará permaneceu sem mudanças. O Palmeiras começou a etapa final trocando mais passes de bola e chegando com mais atitude na área adversária.

Aos 10min, o Verdão criou mais um bom lance com um cruzamento de Patrik para Wellington Paulista, que acabou desperdiçando e foi substituído, aos 15min, por Vinícius.

Com a defesa do Ceará bem postada, a ligação entre meio campo e ataque palmeirense não se tornou efetiva, o que dificultou a criação de jogadas e lances que levavam perigo ao goleiro Fernando Henrique. Aos 22min, Patrik arriscou um chute de longe e a bola passou raspando na trave, mas foi pra fora. Três minutos depois, Chico desperdiçou a chance mais clara de gol do Palmeiras até então. O volante recebeu um cruzamento na medida de Adriano, mas isolou a bola.

No decorrer da partida, o Ceará se preocupou mais em manter a vantagem no placar e acabou dando mais liberdade para o Verdão chegar ao campo ofensivo, com Kleber, Adriano, Vinícius e até Márcio Araújo – que completou 100 jogos com a camisa alviverde – arriscando jogadas individuais. Mas, infelizmente, não deu para o Palmeiras e o Ceará quebrou a série invicta palmeirense.

Com o resultado, o Palmeiras permanece com 11 pontos ganhos e ocupa a 3ª posição na tabela. O próximo compromisso do Verdão será nesta quinta-feira (30), às 19h30, contra o Atlético-GO no estádio do Canindé.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 2 x 0 PALMEIRAS

Local: Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza (CE)

Data: 26 de junho de 2011, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)

Assistentes: Gilson Bento Coutinho e José Amilton Pontarolo (ambos PR)

Cartões amarelos: João Marcos (Ceará); Wellington Paulista e Thiago Heleno (Palmeiras)

Gols:

CEARÁ: Washington, aos oito, e Thiago Humberto, aos 46 minutos do primeiro tempo

CEARÁ: Fernando Henrique; Boiadeiro (Diego Macedo), Fabricio, Diego Sacomam e Vicente; Michel, João Marcos, Heleno e Thiago Humberto (Iarley); Osvaldo e Washington (Geraldo). Técnico: Vágner Mancini.

PALMEIRAS: Marcos; Cicinho (Patrik), Leandro Amaro, Thiago Heleno e Rivaldo; Chico, Marcos Assunção, Márcio Araújo e Lincoln (Adriano Michael Jackson); Wellington Paulista (Vinicius) e Kleber. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Texto: site oficial do Palmeiras

 

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


21 set 2017
Tupi pode ter até quatro desfalques. Aílton receita “guerrear e batalhar demais para conseguir o objetivo”

20 set 2017
Tupi fecha treino. Fortaleza em Sampa. Marcelo apita. Ingressos, gramado, reconhecimento, recepção. Veja o diário da decisão

20 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

19 set 2017
Com vídeo! Evaldo anula Éder, domina, toca para os companheiros e emenda: “Tupi tem totais condições de reverter”

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.