11 jun 2011

Aos 47, Coelho?!



O América deixou escapar uma vitória que parecia certa,ao sofrer um gol aos 47 minutos do segundo tempo no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, e empatar em 2 a 2 com o Avaí, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. A equipe alviverde jogou com muita garra, marcou forte e esteve sempre à frente do marcador. Fez 1 a 0 com belo gol de Alessandro, no primeiro tempo, sofreu o empate em um pênalti muito duvidoso e voltou a passar à frente com Fábio Júnior convertendo pênalti sofrido por Rodriguinho. O time americano ainda teve duas grandes chances para ampliar, com Alessandro e Rodriguinho, mas não converteu em gol. E quando tudo indicava para a reabilitadora vitória, o árbitro Héber Roberto Lopes, marco uma sequência incrível de faltas nas proximidades da área americana, expulsou o lateral Marcos Rocha e praticamente no último lance do jog veio o castigo do gol do empate.

O América volta para Belo Horizonte com apenas um ponto e 14º lugar. O grupo retorna de Florianópolis neste domingo e na segunda-feira pela manhã já começa a sua preparação para o clássico contra o Cruzeiro, domingo, na Arena do Jacaré.

O JOGO

O América começou com um futebol bastante consistente. Tocava a bola com consciência para tentar entrar na defesa do Avaí. O volante Dudu, que voltou após cumprir suspensão, deu mais proteção à defesa, enquanto o goleiro Flávio fez defesas sensacionais, resistindo à pressão inicial do adversário.

A primeira chance clara para o América ocorreu aos 19 minutos, quando o atacante Alessandro chegou com velocidade na grande área e tocou para Rodriguinho chutar forte, mas o zagueiro do Avaí se jogou na bola e impediu o gol americano.

Com inteligência, o time alviverde pressionava o Avaí na saída de bola, mas sem muita afobação. E, aos 37 minutos, o estreante Gilson fez uma bela jogada pela esquerda, entrou na área e tabelou com Rodriguinho, que apenas rolou para o atacante Alessandro. De frente para o gol, Alessandro colocou a bola em curva no canto esquerdo do goleiro Alexs. Um golaço do artilheiro alviverde, agora com três gols.

Na saída para o intervalo, Alessandro destacou a postura da equipe em campo.“O gol trouxe mais tranquilidade, mas sabemos que não podemos bobear. Estamos marcando bem e temos que continuar assim, com muita concentração para não tomarmos o gol”.

PÊNALTI FORÇADO

O time americano voltou para o segundo tempo sem modificação e com a mesma tática. Aos 4 minutos, o volante Leandro Ferreira “roubou” a bola e tocou para Rodriguinho, que encontrou o atacante Alessandro entre os zagueiro. Mas o artilheiro, desequilibrado, não conseguiu concluir a gol.

Aos 8 minutos, o árbitro Héber Roberto Lopes marcou pênalti bastante contestado por todo para o time da casa. O jogador Julinho ganhou a grande área e não chegou a ser tocado pelo volante Amaral, mas se jogou no gramado e o árbitro marcou o penalidade que proporcionou o empate do Avaí.

OUTRO ERRO

Mas o América não se abalou e, no minuto seguinte, o meia Rodriguinho ganhou na velocidade do zagueiro e foi derrubado pelo goleiro do Avaí, que era o último jogador da defesa catarinense. O árbitro marcou o pênalti claro, mas não expulsou o goleiro Alexs. O artilheiro Fábio Júnior cobrou e converteu para fazer América 2 a 1.

Aos 13 minutos Fábio Júnior, recebeu um passe de calcanhar de Rodriguinho e chutou forte de fora da área, forçando o goleiro do Avaí a desviar para escanteio. Na cobrança, a bola sobrou para Fábio Junior, que ajeitou para o zagueiro Gabriel chutar contra o corpo do adversário. Aos 17 minutos, o goleiro Flávio fez grande defesa, no canto esquerdo, após chute certeiro.

Aos 22 minutos, Rodriguinho teve a chance de ampliar. Ele recebeu cara-a-cara com o goleiro do Avaí, mas chutou por cima do travessão. Aos 26, o técnico Mauro Fernandes promoveu a estreia do meia Fabrício Souza, que entrou no lugar do Rodriguinho. Logo em seu primeiro lance, ele pegou uma sobra de bola na área e chutou firme, mas a bola parou no zagueiro.

O América cadenciava o jogo com tranquilidade, o time continuava se defendendo bem e saindo perigosamente ao ataque. Tanto que, aos 34 minutos, Alessandro recebeu cruzamento rasteiro de Marcos Rocha na grande área e, de frente para o goleiro, chutou por cima do gol, perdendo a melhor chance do América no segundo tempo. Aos 38 minutos, Alessandro, cansado, foi substituído pelo meia Camilo.

O CASTIGO

No final da partida o Avaí teve duas chances em bolas paradas e, nos acréscimos, depois da cobrança de falta pela esquerda a zaga, a defesa não conseguiu cortar o cruzamento e o zagueiro Cássio completou para o gol. Um minuto depois, o juiz expulsou o lateral Marcos Rocha por suposta reclamação. O Avaí ainda teve uma chance aos 48 minutos, com uma bola passando próxima da trave direita do goleiro Flávio.

MAURO FERNANDES LAMENTA EMPATE

Para o técnico Mauro Fernandes, o empate ficou com um “gosto ruim” por estar vencendo a partida até os minutos finais e pelo bom futebol apresentado pela equipe do América. “Merecíamos uma sorte melhor no jogo. A equipe teve bons momentos e tivemos chance de matar a partida, mas não estamos sabendo tirar proveito quando ela acontece. A gente ainda nota que existe aquela ansiedade de ganhar a partida”, disse o treinador.

Na próxima rodada a equipe vai enfrentar o Cruzeiro, que ainda não venceu. Para o técnico, isso mostra a dificuldade da competição. “Temos que pontuar sempre na Série A e agora vamos encontrar um adversário difícil, que também precisa vencer. O time do Cruzeiro não deixa de ser uma grande por estar nessa situação, ainda sem vencer. Serão duas equipes buscando uma reabilitação”, afirmou Mauro.

Avaí 2 x 2 América

Data: 11 de junho de 2011, sábado

Horário: 18h30

Local: Estádio Ressacada, Florianópolis-SC

Árbitro: Heber Roberto Lopes

Auxiliares: Gilson Bento Coutinho e José Amilton Pontarolo

Cartões amarelos: Alessandro, Rodriguinho, Fábio Júnior, Amaral – América; – Gustavo Bastos, Mauricio Alves, Cássio, Aleks – Avaí

Cartão vermelho: Marcos Rocha

Gols: Alessandro(37’- 1° Tempo), Fábio Júnior (11’ – 2° Tempo) – América; Julinho(9’- 1° Tempo), Cássio (46’ – 2° Tempo) – Avaí

América: Flávio; Marcos Rocha, Anderson, Gabriel e Gilson; Dudu, Amaral, Leandro Ferreira e Rodriguinho (Fabrício Souza); Fábio Júnior (Kempes) e Alessandro (Camilo). Técnico: Mauro Fernandes.

Avaí: Aleks; Cássio, Marcinho Gerreiro, Gustavo Bastos (Robinho); George Lucas, Bruno Silva, Pedro Ken (Acleisson), Estrada, Julinho; Rafael Coelho ( Maurício Alves) e Fábio Santos. Técnico: Edson Neguinho.

Texto: Site oficial do América Mineiro

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


18 set 2017
Emoção marca abertura da Semana Paralímpica em Juiz de Fora

18 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

16 set 2017
Diretoria do Tupi estuda manter preços promocionais para o jogo de volta

16 set 2017
Aílton cita título brasileiro de 96 pelo Grêmio, contra a Lusa, para animar jogadores

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.