Louco por natureza

POR: Anderson “Boca” Santiago, 14 anos de participação no Ibitipoca e 15 na organização

“Me lembro de uma história relacionada ao Ibitipoca, anterior à prova em si. Quando eu conheci o Manoel Resende, idealizador e organizador do Ibitipoca Off Road, em 1984. Teve um enduro de velocidade em Juiz de Fora. Eu tinha uma Honda XL 84 zero quilômetro e o Manoel tinha uma 83. Pelei minha moto e fui para a prova.

Quando ele me viu com aquela moto, disse: ‘você é louco de fazer isso’. Passou um ano e ele começou a fazer trilha. Comprou uma DT 180. Na primeira vez que fomos fazer trilha juntos, o pneu dele furou. Ele ficou tão desesperado que não ia poder andar de moto conosco, que voltou em casa, pegou a XL pela qual ele tinha um xodó danado, arrancou só os retrovisores e veio embora com a gente.

Quer dizer, ele fez a mesma coisa que eu tinha feito um ano antes. Foi a comprovação de que o vírus do off road já tinha pegado ele, já estava no sangue. Isso ajudou a formatar a prova, a fazer nascer o Ibitipoca Off Road. Desde então, vimos muita coisa acontecer  até o evento ficar do jeito que é hoje, mas o espírito ainda é o mesmo”.

error: Conteúdo protegido.