Campeão IOR 1993  Categoria Rally 4 x 2

POR: DUDU MORAES – Campeão IOR 1993  Categoria Rally 4 x 2

Participei de SEIS rallys e tenho muitas lembranças e casos bons. Vou narrar um que foi marcante pra mim, pois foi o ano que fui campeão.

 Na 4ª edição, se não me engano em 1993, a Chevrolet resolveu patrocinar duas duplas de JF. A dupla 01 foi o Anderson Boca Murcha e seu piloto oficial, que era um cara do RJ. Na época eles lideravam a categoria Graduados do campeonato carioca. A segunda dupla escolhida acabou sendo eu e o Jean Paulo, pois tínhamos um vice- campeonato no IOR e liderávamos a categoria Estreante do Campeonato Carioca.

 O Jean tinha uma chevy na época, e a Chevrolet deu uma revisada boa no carro e fomos pra disputa. Naquele ano eu estava estreando um computador de bordo, no qual inseri um programa de Rally e funcionou maravilhosamente bem.

No sorteio dos números, ficamos com o número 15 e a dupla do Boca Murcha com o número 12. Como era rally de regularidade, se nós dois andássemos sempre certo, eles estariam sempre 3 minutos na nossa frente, pois a largada se dava a cada 1 minuto, respeitando o sequencial dos carros.

Deu-se a largada e fomos muito bem, na primeira etapa, do primeiro dia. Chegamos no neutralizado de Lima Duarte, tendo zerado quase todos os PCs.

 A segunda etapa transcorreu do mesmo jeito e chegamos em Ibitipoca bastante animados. Durante um evento na serra, foi divulgado a parcial do primeiro dia e estávamos na frente, com a dupla do Boca Murcha em segundo, muito perto de nós.

Veio o segundo dia e continuamos bem, fazendo uma ótima prova. Porém, não podíamos errar NADA, porque o Boca Murcha tava sedento e brincou com a gente na serra que ele não iria errar mais e que teríamos que fazer uma segunda etapa perfeita para vencer.

Chegou o neutralizado e nós continuávamos firmes. Na última etapa do segundo dia, veio o lance que decidiu o título. Estávamos navegando tranquilamente pela trilha quando, numa curva, avisto o carro do Boca parado. Passamos por ele e o vejo digitando com um semblante afoito. Quando nos viu passando, apavorou! Mandou o piloto acelerar para nos cortar, porém a pista era muito estreita e continuamos na nossa velocidade de planilha e eles querendo passar por cima de nós…rs. Isso durou alguns quilômetros até que a pista alargou e deixamos eles passarem. Porém, assim que nos ultrapassaram, na curva seguinte, tinha um PC, no qual eles passaram 3 minutos atrasados. Isto acabou sendo decisivo e ganhamos o título e eles ficaram em segundo lugar. Lembro-me  que tempos depois, o Boca ainda lamentava aquele vacilo que decidiu o título.

Nesse mesmo ano, eles foram campeões cariocas Graduado,  e nós fomos campeões cariocas Estreante.

error: Conteúdo protegido.